Família faz homenagem a motorista vítima de acidente na PR 466, em 2020

Um ano após José Erivaldo Santos Gomes falecer, familiares prestaram uma homenagem e registraram o momento em vídeo

Vítima fatal de um acidente de trânsito ocorrido em 2020, José Erivaldo Santos Gomes, mais conhecido como Zé do Munk, foi homenageado pela família e amigos. 

Ele conduzia um veículo de passeio na PR 466, em Pitanga, quando houve uma colisão com um caminhão.  

A homenagem aconteceu no dia 6 de maio em Salto Grande (SP), cidade em que a família mora. Ao CORREIO, Sthefani de Oliveira Gomes (28 anos), filha de José, explicou a ação. 

“Realizamos uma filmagem com drone para registrar a soltura de 52 balões brancos, simbolizando a idade que ele completaria neste ano de 2021, e três balões dourados, simbolizando os três anos de empresa que ele era proprietário e que estamos dando continuidade”, disse ao CORREIO. “Estamos todos de capacete, pois simboliza ele totalmente, e meu irmão na filmagem está com o capacete amarelo que ele usava.”

Nas imagens também há uma faixa com a frase “A justiça do homem falha, mas a de Deus jamais”. Segundo ela, isso foi para mostrar que, para a justiça, o acidente foi apenas uma fatalidade. 

Além de Sthefani, o motorista deixou a esposa Rosane Aparecida de Oliveira Gomes (49 anos) e o filho Wendel de Oliveira Gomes (19 anos).

Foto: Arquivo Pessoal

ACIDENTE

O acidente aconteceu no dia 13 de maio de 2020. José Erivaldo estava viajando a trabalho quando o veículo em que estava – um Renault/Sandero – foi atingido por um caminhão. 

A batida na lateral do carro deixou o condutor com graves ferimentos. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para um hospital em Pitanga. Depois, foi transferido para Guarapuava, mas não resistiu e acabou falecendo na madrugada do dia 14 de maio. 

“Ele já tinha ido para Canoas (RS) vistoriar um trabalho, na volta para casa, ele vinha realizando uma viabilização da estrada por onde as peças de Transformador passariam. Resumindo, ele vinha descrevendo um melhor trajeto para essas peças passarem, e que mais para frente ele iria estar realizando a descarga desses transformadores”, explicou 

Conforme a família, o motorista do caminhão alegou que tentou desviar de galhos que estavam na pista. 

“Decidimos realizar a homenagem para que muitas pessoas possam ver quem meu pai era, um homem íntegro que se dedicava inteiramente à família, que saiu a trabalho e não voltou mais”, finalizou Sthefani.

O vídeo da homenagem está disponível AQUI.