Crea-PR fiscaliza cerca de 2.000 propriedades rurais na região de Guarapuava

As fiscalizações são referentes à safra verão 2020/2021; iniciaram em novembro e se estendem até março

A Regional Guarapuava do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) intensificou as fiscalizações nas propriedades rurais neste período de safra verão. Quarenta municípios compõem a Regional e serão fiscalizados, mas o Conselho deu enfoque para os que têm maior área agrícola – Guarapuava, Irati, Laranjeiras do Sul, Pitanga, Candói e Pinhão.

“Todo este trabalho de fiscalização realizado pelo Conselho tem como objetivo identificar se as propriedades contam com responsável técnico pela lavoura. O Conselho fiscaliza o exercício profissional das engenharias e geociências na cidade e no campo. A atividade de agronomia, por exemplo, é responsável por levar alimento até a mesa da população, por isso é fundamental que ela seja desenvolvida com sustentabilidade e aplicação das melhores técnicas de produção e qualidade. Isso impacta a saúde das pessoas e do meio ambiente”, explica o gerente da Regional Guarapuava do Crea-PR, Engenheiro Eletricista Thyago Giroldo Nalim.

Quatro fiscais estão responsáveis pela ação, que, devido à pandemia, está ocorrendo em quatro formatos:

1 – Através do acesso ao sistema Siagro/Adapar, que hospeda o banco de dados de receituário agronômico, emitido por todos os profissionais no Paraná.

2 – Por meio dos Cartórios de Registro de Imóveis, via visita “in loco” ou de forma remota, onde solicita-se acesso às cédulas rurais de financiamento bancário para as atividades agrícolas.

3 – Via histórico de fiscalizações de anos anteriores do banco de dados do próprio Crea-PR.

4 – Através de visita à campo, em que o fiscal se desloca até as propriedades previamente selecionadas.

Em todos os cenários, o objetivo é contribuir para que as propriedades rurais tenham um responsável técnico, que assista e dê todo o respaldo para o bom andamento das atividades de engenharia do campo.