Afinal, devemos ou não mandar nossos filhos para a escola?

Em artigo de opinião, Janaína Naumann analisa o dilema de mandar os alunos para as aulas durante pandemia

Com o início do ano letivo previsto para os próximos dias, um novo dilema toma conta de nós mães e pais: afinal, devemos ou não mandar nossos filhos para a escola?

Esta é uma decisão difícil para todos, pois ninguém estava preparado para enfrentar essa pandemia, que dá mostras de permanecer entre nós por um longo período ainda.

Como, no momento, a definição é de que as aulas serão híbridas, ou seja, intercaladas entre online e presencial, preparamos avaliar a importância do convívio social para as crianças e adolescentes.

Porém, alguns pontos precisam ser levados em conta:

1 – Apesar de estar avançando lentamente, a vacinação já é uma realidade no Brasil. A expectativa é de que até o final do ano chegue a 70%, atingindo a “imunidade de rebanho”, deixando a pandemia sob controle;

2 – As escolas se preparam para o retorno, adotando todas as medidas exigidas e que asseguram a proteção dos nossos filhos;

3 – Nossos filhos precisam retornar gradativamente ao convívio social e presencial com outras crianças, e isso a escola permite, mesmo com as regras de prevenção sendo adotadas;

4 – Por mais eficiente que sejam as tecnologias utilizadas no ambiente virtual, nada substitui a presença física do professor, que age imediatamente quando há qualquer dúvida sobre os temas apresentados em aula;

5 – Nós, mães e pais, estaremos acompanhando a par e passo todo o processo de ensino/aprendizagem, adequado para esta nova realidade, e podemos cobrar por novas adequações, caso seja necessário.

E o mais importante: o Governo não está tomando esta decisão apenas por tomar. Ela vem baseada em pesquisas técnicas, endossadas por profissionais altamente qualificados em termos de defesa da vida. Vale destacar que são esses mesmos pesquisadores que, em tempo recorde, dominaram o vírus e encontraram a vacina. Por isso, merecem nosso respeito e crédito.

Como eu já dizia em maio de 2020, nós vamos vencer a pandemia e sair mais fortes.

O momento de a vida voltar ao normal está chegando!

*************Artigo: Janaína Naumann, que é biomédica e professora universitária

***************Os textos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal Correio do Cidadão e são de inteira responsabilidade de seus autores