Homem rouba carro, vai até ao 16º BPM e diz que estava sendo perseguido, no bairro São Cristóvão

O autor do furto arremessou uma pedra no peito da proprietária do carro; o veículo estava com pneu furado e vidros quebrados

Um homem (33 anos) invadiu uma residência, roubou um carro e lesionou a proprietária do veículo com uma pedrada no peito. A situação ocorreu na rua Santa Rita, no bairro São Cristóvão, em Guarapuava, na madrugada deste domingo (12).

De acordo com o boletim policial, por volta das 23h40, houve uma ligação através do 190 da Polícia Militar (PM), onde o solicitante relatou estar ouvindo barulhos embaixo do assoalho da residência. Uma equipe da PM deslocou até ao local e não constatou o fato.

PRIMEIRA VERSÃO

Posteriormente, chegou ao 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM), um homem com um veículo Chevrolet/Spin, com pneu dianteiro estourado e vidro do motorista e traseiro quebrados.

O condutor, segundo o relato policial, apresentou muito nervosismo e relatou uma histeria desconexa. De acordo com o homem, algumas pessoas estariam tentando contra a sua vida. A partir disso, passou a fugir sobre os telhados da vizinhança e, em dado momento, caiu no interior de uma das residências. Para continuar a fuga, o autor disse que tomou posse do veículo e seguiu rumo ao batalhão.

Durante a narrativa do ocorrido, os policiais relacionaram o depoimento do homem com a ocorrência anterior do solicitante que ouviu barulhos provenientes do assoalho da residência.

Enquanto a equipe policial fazia contato com o autor do roubo, uma mulher (35 anos) entrou em contato com a PM e informou que haviam entrado dentro de sua residência e roubado um Chevrolet/Spin, da mesma cor do carro que se encontrava no batalhão.

Diante da situação, a proprietária do veículo foi orientada a se deslocar até ao batalhão. Momentos depois, a mulher compareceu na companhia do seu marido (41 anos).

SEGUNDA VERSÃO

De acordo com a versão da vítima, o casal relatou que estavam dormindo quando acordaram com barulhos no quarto do filho e, ao levantarem, perceberam que um homem estava pulando a janela em direção à garagem.

Ainda segundo a versão do casal, o indivíduo entrou no veículo da família que estava com a chave na ignição. Após esta ação, os proprietários correram para tentar impedir o roubo. O autor deu partida no carro e, saindo em marcha ré, arrancou o portão do imóvel.

Posteriormente, a vítima disse que atirou pedras contra o veículo no intuito de acertar o autor e impedir o ocorrido. Neste momento, o indivíduo que estava dentro do carro teria arremessado novamente uma das pedras e acertou o tórax da mulher, causando escoriações.

Diante da situação, as partes foram conduzidas até a delegacia. Não há informações no boletim de ocorrência sobre uma eventual prisão.