Idosa é vítima de golpe e suposta ‘curandeira’ gasta quase R$ 5 mil

Em determinado momento, a mulher pegou a carteira da idosa com o pretexto de fazer um “benzimento” e a escondeu por alguns minutos; o fato ocorreu no município de Reserva do Iguaçu

Uma idosa (71 anos) foi vítima de um golpe de uma mulher que dizia ser curandeira. A pessoa suspeita de cometer o crime furtou o cartão de débito, realizou empréstimo e gastou R$ 4.362,90. A ação ocorreu no município de Reserva do Iguaçu, nesta terça-feira (17).

De acordo com o relato da vítima do golpe, uma mulher foi até a sua casa dizendo ser curandeira e que queria conversar em particular com a solicitante. Em determinado momento, ela pegou a carteira da idosa com o pretexto de fazer um “benzimento”, escondendo-a por alguns minutos.

Segundo a neta (16 anos) da solicitante, a suspeita do crime levou a sua avó até o quarto e não deixou a adolescente entrar, dando-lhe um empurrão.

À noite, ao verificar a carteira, a vítima notou que havia sido furtado o cartão de débito e a senha que estava dentro da carteira.

No outro dia, ao constatar a situação no banco, a idosa foi informada que haviam sido realizados empréstimos em um caixa eletrônico na agência de Mangueirinha no valor de R$ 5.382,45.

Além disso, também foram realizadas quatro compras, totalizando o valor de  R$ 4.362,90.

Ainda segundo o relato, a suspeita do crime chegou em um veículo hatch e branco e, dentro do carro, estavam mais quatro pessoas, duas mulheres e dois homens.

Os suspeitos não foram localizados e a vítima foi orientada quanto aos procedimentos.