Gilson da Ambulância terá a saúde e o primeiro emprego como pautas na Câmara

O parlamentar do Solidariedade foi um dos dez vereadores que alcançaram a reeleição neste ano, somando 1.245 votos; na sua opinião, é preciso garantir condições de trabalho para a juventude guarapuavana

O vereador Gilson da Ambulância (Solidariedade) foi um dos dez parlamentares guarapuavanos que alcançaram a reeleição neste ano. Nas urnas, ele somou 1.245 votos, que garantiram mais um mandato no Legislativo.

Ao CORREIO, em entrevista concedida nesta sexta-feira (27), ele destaca que não defende grupos políticos e que fará um trabalho voltado à população guarapuavana. Em termos de pautas, Gilson cita a saúde e o primeiro emprego.

“Eu estou e sempre estarei ao lado da população, o que for melhor para a população a gente vai fazer sim”, diz. Para ele, há necessidade de mais médicos especialistas na saúde pública e de incentivos para geração de postos de trabalho.

“Hoje nós vemos muitos jovens sem condições de trabalho porque não têm a chance do primeiro emprego, e Guarapuava, sendo um corredor da BR 277, temos que aproveitar nosso jovem”, detalha o edil.

CAMPANHA
Na opinião do vereador eleito, a campanha de 2020 foi diferente das anteriores, sendo marcada por um grande número de abstenções.

De acordo com números do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foram 27.651 abstenções, 3.604 votos nulos e 2.967 brancos. Os válidos somaram 69.888.

“Eu estou muito satisfeito porque a gente trabalhou sem recursos”, avalia Gilson, acrescentando que teve um grupo fiel de pessoas ao seu lado. “Todos os votos que nós tivemos foram de pessoas que realmente estão satisfeitas com nosso trabalho”.

Em sua opinião, a campanha de 2020 foi diferente das anteriores, sendo marcada por um grande número de abstenções (Foto: Samilli Penteado/Correio)

POSICIONAMENTO
Durante as eleições municipais, o partido de Gilson fez parte da coligação Por Você, que tinha Vitor Hugo Burko na disputa pela Prefeitura de Guarapuava. Mas, passado o período eleitoral, o parlamentar destaca que será “o vereador da população”.

“Nós temos consciência que o vereador de oposição… ele aponta os erros. Nós queremos trazer à tona as soluções. Eu acho que ninguém vota e apoia você para você entrar e apontar só os erros. Você vai ter que trazer as soluções. E isso você vai ter que ter um alinhamento juntamente com o Executivo”, acredita.

Sobre a possibilidade de compor a base do prefeito eleito Celso Góes (Cidadania) no Legislativo, Gilson diz que ainda depende de uma conversa com o novo chefe do Executivo.

“A gente não conversou ainda, pessoas da equipe dele já entraram em contato comigo… eu acredito que pode sim, não tem porque nós não estarmos na base, desde que o respaldo de trabalho que ele venha a nos oferecer, venha atender aquilo que precisamos para poder trabalhar com a população”, ressaltando que “o vereador tem que ajudar a construir a cidade”.

COMUNIDADE
De acordo com o parlamentar do Solidariedade, é preciso dar uma resposta à sociedade, e isso não pode ser feito “com portas fechadas”. Gilson conta que representa as regiões do Alto Cascavel, Colibri, Jardim Mariana e Jardim Patrícia.

“Eu tenho uma comunidade muito carente que precisa ser atendida, e a gente sabe que o prefeito não vai fazer nada além do que é o compromisso dele, mas nós não vamos ser entraves, de forma nenhuma, daquilo que pode estar desenvolvendo a nossa cidade”, finaliza.