Deputado pede Plano Estadual de Imunização no Paraná

No documento, o parlamentar pede prioridade para os servidores e trabalhadores da segurança pública e privada

O deputado Delegado Recalcatti (PSD) encaminhou nesta semana um expediente ao governo estadual solicitando a apresentação de um Plano Estadual de Imunização contra a Covid-19 ante a possibilidade de aquisição em massa de vacinas pelo Paraná. Nas últimas semanas, ao menos 43 países já iniciaram a vacinação. No documento, o parlamentar pede prioridade para os servidores e trabalhadores da segurança pública e privada.

Delegado Recalcatti destacou que, desde o início da decretação do estado de calamidade causado pela pandemia, esses profissionais são considerados essenciais e em momento algum deixaram de atuar nas ruas e no atendimento ao público, mesmo correndo os riscos de contaminação. “O maior desafio era sair de casa para trabalhar com a garantia de voltar sem transmitir o vírus para os seus familiares”, destacou ele.

No ofício dirigido ao governador Carlos Massa Ratinho Junior, o deputado pediu prioridade para a imunização para as seguintes categorias: policiais civis, militares, rodoviários, bombeiros, penais e científicos, agentes socioeducativos, guardas municipais e empregados da vigilância privada. “Temos a certeza de que, com o esforço da ciência, a vacinação deva começar ainda nos primeiros meses do ano vindouro”, anotou.

“Como representante da segurança pública no parlamento estadual, tenho a obrigação de assegurar que os trabalhadores da área recebam tratamento prioritário”, disse Delegado Recalcatti. “Mas obviamente os profissionais da saúde deverão ser os primeiros a receber a vacina”, completou. “Por isso, é que estou pedindo a apresentação de um Plano de Imunização”, justificou.

(Reportagem/com revisão: Assembleia Legislativa do Estado do Paraná)