Guarapuava, 21 de fevereiro de 2020
Policial

De acordo com a PRF, o número de veículos com algum tipo de problema foi bastante expressivo nesta edição da operação, chegando a 66,6%. Foram 70 caminhões e 73 pessoas fiscalizadas, além de 66 testes do bafômetro terem sido feitos

-

Nas primeiras semanas de 2020, a região de Guarapuava registrou uma série de acidentes no perímetro da BR 277, sendo que o mais grave ocorreu na Serra da Esperança.

No dia 22 de janeiro, um caminhão, um Fiat/Palio Weekend e uma caminhonete Ford/Ranger bateram no km 307,2 da rodovia, vitimando três pessoas.

Como uma estratégia para a redução do número de colisões envolvendo veículos de carga, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a 24ª edição da operação “Serra Segura” nesta quarta-feira (12).

“A operação tem como objetivo conscientizar os motoristas e proprietários sobre a importância da manutenção dos veículos a fim de evitar defeitos mecânicos que possam ser a causa de acidentes”, diz a PRF em nota, pontuando que oito agentes participaram da ação.

Após a abordagem, os policiais fiscalizam motorista, notas fiscais e carga, enquanto equipes de mecânicos da concessionária Caminhos do Paraná inspecionam freios, iluminação, sinalização, suspensão e direção. “Motoristas e passageiros são convidados a assistir palestra sobre segurança no trânsito”, acrescenta.

De acordo com a PRF, o número de veículos com algum tipo de problema foi bastante expressivo nesta edição da operação, chegando a 66,6%. Foram 70 caminhões e 73 pessoas fiscalizadas, além de 66 testes do bafômetro terem sido feitos.

Os principais problemas identificados pelos agentes foram em pneus (29,1%), freios (27,8%) e tacógrafos (16,6%). No total, 28 veículos tiveram o CRLV recolhido para regularização, e quatro foram retidos por comprometer a segurança, por problemas de documentação ou excesso de peso.

Veja Também