Guarapuava, 15 de setembro de 2019
Cotidiano

Durante visita técnica ao Aeroporto Tancredo Thomaz de Faria, nesta quarta-feira (14), o assessor da presidência para relações institucionais da empresa, Ronaldo Veras, elogiou as adequações que foram feitas no espaço

-

Equipado, transformado (para melhor) e com potencial para crescer. É com essa impressão que a equipe da companhia aérea Azul ficou nesta quarta-feira (14 agosto) em relação ao Aeroporto Tancredo Thomaz de Faria, em Guarapuava.

“O aeroporto está muito bem equipado. Muitas adequações foram feitas dentro dos padrões de segurança, de conforto para o passageiro. E tudo aquilo que nós pedimos foi solucionado muito rápido”, afirma o assessor da presidência para relações institucionais da empresa, Ronaldo Veras, durante entrevista coletiva.

Inclusive, ele já anunciou uma data provável para o início das operações da Azul em Guarapuava: 6 de novembro deste ano, com voos para o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). “Eu diria que 6 de novembro é uma data bastante factível para que isso ocorra”.

A princípio, serão decolagens três vezes por semana na famosa “terra do lobo bravo”. Mas com possibilidade de crescimento, em caso de aceitação dos passageiros. “A população daqui vai poder ir para o Brasil e para o mundo inteiro, pela capilaridade que nós temos no aeroporto de Viracopos”.

Para fazer as viagens em Guarapuava, Veras diz que a previsão é de uma aeronave do modelo ATR-72, com capacidade para 70 lugares. “É um avião de fabricação franco-italiana, que é o que tem de mais sofisticado e seguro no segmento”, destacando que a viagem deve demorar cerca de uma hora e meia entre Guarapuava e Campinas.

Aliás, as passagens devem custar a partir de R$ 170 ou R$ 180. Como a companhia trabalha com descontos, será mais vantajoso para os passageiros economizarem ao fazer a compra antecipada.

Durante a celebração do anúncio para Guarapuava, o vice-prefeito e secretário de Obras e de Turismo, Itacir Vezzaro, destacou o trabalho intenso da Prefeitura, em parceria com empresários e com o governo estadual. “Para a cidade é uma grande conquista. Sabemos que muitos empresários quando querem investir no município questionam se temos aeroporto com voos regulares e hoje podemos dizer, com muito orgulho, que sim, temos um aeroporto de qualidade! A Prefeitura está fazendo um trabalho marcante para que possamos ver Guarapuava sendo referência. Nessa vistoria mostramos que estamos prontos e que, ainda este ano, teremos voos em funcionamento em Guarapuava”.

AVALIAÇÃO

Ronaldo Veras explica que a equipe técnica da Azul avaliou tudo no aeroporto de Guarapuava. “A gente traz o pessoal para ver as nossas necessidades no aeroporto”, exemplificando itens de resistência e tamanho da pista, apoio de aeronave, estrutura de terminal (balcão, check in, check out, sala de embarque).

“É espantoso realmente o que foi feito e da forma que foi feito”, elogiando o trabalho da Prefeitura na readequação do Tancredo Thomaz de Faria e a escolha dos parceiros, consultores. “É um aeroporto que está vindo com grandes possibilidades de aumento de equipamento, de aumento de operação. Porque ele tem uma estrutura muito pesada”.

O assessor da presidência para relações institucionais da empresa, Ronaldo Veras, durante entrevista coletiva concedida na tarde desta quarta-feira (Foto: Cristiano Martinez/Correio)

ANAC

A vistoria que vai liberar o aeroporto de Guarapuava para operações comerciais é aquela que será feita pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), ainda sem data definida para ocorrer.

No entanto, Veras é enfático ao dizer que não vê impeditivos para a liberação do equipamento público do município. “Eu não vejo empecilho nenhum, sinceramente. Porque o aeroporto está muito bem estruturado. Eu acho que todo o apoio que foi dado para elaboração desse projeto, das obras, está totalmente dentro do que o órgão regulador quer”.

“Tendo habilitação para operação comercial, o nosso aeroporto vai poder funcionar 100% em ambas as modalidades”, já havia dito o prefeito Cesar Silvestri Filho, na semana passada.

(Foto: Cristiano Martinez/Correio)

Cesar Filho frisa que as equipes da Anac e da Secretaria de Aviação Civil (Sac) estão acompanhando de perto todos os esforços e a evolução do aeroporto Tancredo Thomaz de Faria.

Inclusive, segundo o prefeito, existe um compromisso informal desses órgãos de priorizar a checagem em Guarapuava, assim que o protocolo seja feito em definitivo. “Nós não demos início formal ao processo de vistoria porque estamos aguardando essa vistoria preliminar da equipe da Azul”.

Veja Também