Guarapuava, 17 de fevereiro de 2020
Esporte

O trajeto foi de 8 km, e teve duração de 1h07, quando chegou o último competidor. Entre as corredoras, o principal destaque foi a presença de Tatiane Raquel Silva, uma das principais fundistas do país

-

A noite desta quinta-feira (23) foi muito especial para os devotos de Nossa Senhora de Belém, Padroeira de Guarapuava.

Isso porque ocorreu a 8ª edição da Corrida Rústica da Padroeira, que reuniu quase 300 pessoas, entre atletas profissionais e amadores que percorreram as ruas do Centro da cidade.

O corredor Vitalino Luiz Szymczak (55 anos), morador do Centro guarapuavano, já participou de cinco, das oito edições da prova. “Eu me considero um atleta profissional, já corri cinco meia-maratonas no país e uma maratona fora do Brasil. Mas essa prova é sempre muito boa de participar e especial para mim, por ser uma corrida à noite, por ser em Guarapuava e por ser pela Padroeira. Vou participar enquanto puder e houver a corrida”, comentou o participante.

O trajeto foi de 8 km, e teve duração de 1h07, quando chegou o último competidor. Teve quem correu em busca do pódio e os que optaram pela caminhada, aproveitando o percurso, como a Débora Cristina de Freitas (47 anos), que participou pela primeira vez.

Ela mora no bairro Trianon e atua como catequista na Catedral de Guarapuava. Sua participação na corrida foi incentivada pelas amigas e pelo padre da Diocese. “É um sentimento de gratidão à nossa Padroeira, onde eu como catequista, pude experimentar a corrida e ao lado Dela e de minhas amigas vencer o objetivo, que era cruzar a linha de chegada. Foi minha primeira vez na prova, primeira de muitas. Eu amei correr, consegui cumprir os 8 km tranquilamente e essa é a melhor sensação possível”, contou Débora.

Homens e mulheres, jovens e idosos de Guarapuava e região estiveram reunidos na corrida que já se tornou tradição na cidade. O evento também contou com a presença de atletas com deficiência que participaram com cadeiras adaptadas e corredores voluntários da equipe Lobos da Serra.

DESTAQUE

Entre as corredoras, o principal destaque foi a presença de Tatiane Raquel Silva, uma das principais fundistas do país. Na prova guarapuavana, ela venceu a categoria Livre feminino.

Recentemente, Tatiane garantiu classificação para representar o Brasil no Pan-Americano de Cross Country, que será realizado no dia 29 de fevereiro, em Victoria, no Canadá.

Em entrevista ao jornal Folha de Londrina, Tatiane disse que tem como principal meta brigar pela vaga olímpica em Tóquio na prova de sua especialidade, os 3.000 metros com obstáculos. “Meu foco este ano é a Olimpíada de Tóquio, estou com boa pontuação, mas ainda vou tentar o índice de 9min30seg. Não é fácil, mas vou me preparar para isso", projetou a fundista, que atualmente lidera o ranking nacional da prova.

Tatiane Raquel Silva venceu na categoria Livre feminino (Foto: Secom/Pref. Guarapuava)

PREMIAÇÃO

Após a corrida, houve premiação em seis categorias: mais velhos e mais jovens, livre masculino e feminino, veterano masculino e feminino de 40 a 49 anos, master masculino e feminino acima de 50 anos e ACD masculino e feminino.

Os cinco primeiros lugares na categoria masculina e feminina livre foram premiados em dinheiro. Os vencedores das demais categorias receberam troféus como premiação e todos os competidores ganharam uma medalha de participação.

Maria Rozecléia Kerniski Luz (62 anos) recebeu o troféu de atleta mais idosa na categoria feminina. “Há cinco anos eu participo da Corrida da Padroeira, mas esse foi o ano que vim mais preparada, pois quanto mais idade, mais ativa eu tenho que estar. Para mim o importante não é o pódio, não é o troféu e nem a medalha, o mais especial para mim é concluir a prova e vencer os meus limites”, ressaltou Maria.

REALIZAÇÃO

A Corrida Rústica da Padroeira foi realizada pela Diocese, em parceria com a Secretaria de Esportes e Recreação e a Associação dos Corredores de Rua e faz parte das festividades da Paróquia.

Abaixo, confira a premiação final:

Livre masculino:

1º Pedro Paulo Ferreira Dos Santos

2º Laertes Lodi

3º Laercio Lodi

4º Marcio Schwab

5º Ederson Marcelo Ferreira Santos

Livre feminino:

1º Tatiane Raquel Silva

2º Taciane Rodrigues

3º Michelle Leal

4º Sonia Antonovicz Vicentin

5º Raquel Aparecida Da Rocha

(Foto: Secom/Pref. Guarapuava)

Veterano masculino:

1º Vilson Leal

2º Edson Pedro De Campos

3º Rodrigo Sochodoliak Lima

4º Arnoldo Miranda

5º Elesandro Carlos

Veterano feminino:

1º Alessandra Medeiros Polidorio

2º Gilmara Chaia Batista Nava

3º Sibaroni Moraes De Toledo Bento

4º Marcia Heinzen

5º Lucineide Maria Alves Oliveira Da Silva

Master masculino:

1º Adair Nogueira

2º Luiz Paulo Kuiavski

3º Gilmar Jose Rachielle

4º Orlando Cicero da Costa

5º Pedro da Luz do Amaral

Master feminino:

1º Ana Isabel Reis

2º Zele Southier

3º Irene Stecher Mattes

4º Andreia Maria Nunes

5º Mariluce Ferreira Caldas

ACD masculino:

1º Gabriel

2º Bruno

3º Kaue

4º Vinicius Bail

ACD feminino:

1º Darine

2º Estela

Atleta mais idoso masculino e feminino:

Maria Rozecléia Kerninski Luz- 62 anos

Nelson Vivi- 66 anos

Atleta mais jovem masculino e feminino:

Maria Letícia Zanona- 15 anos

Vitor Kauan da Silva Ferreira- 14 anos

Veja Também