Ex-técnicos do Batel podem cruzar caminho do clube guarapuavano na Terceirona 2021

Em edições diferentes do Paranaense, Dudu Sales e Marcelo Harassen dirigiram o Rubro-Negro da Baixada. Mas, na atual temporada, o primeiro estará no ACP e o segundo no REC

Programada para iniciar em 2 de outubro, a edição 2021 da 3ª Divisão do Paranaense tem grandes chances de promover o reencontro de clubes e técnicos. Mas em lados opostos.

É o caso da Associação Atlética Batel, uma das camisas mais tradicionais do interior do Estado. Até o momento, dois técnicos com passagem pelo Estádio Waldomiro Gelinski podem cruzar o caminho batelino em confrontos pela Terceirona deste ano.

Um deles é Gleycon Rodrigo Sales, mais conhecido como Dudu Sales. Anunciado na semana passada como novo técnico do Atlético Clube Paranavaí (ACP), Dudu tem duas passagens no comando do Rubro-Negro da Baixada. A primeira foi em 2018, quando dirigiu a equipe Sub-19 do Batel no campeonato estadual da categoria.

Outra ocorreu em 2019, quando foi treinador do time profissional em parte da 2ª Divisão. Ainda na 1ª fase, Dudu se desligou de Guarapuava para treinar o Prudentópolis FC, em campanha que chegou perto do acesso; em 2020, o professor retornou ao Tigre da Serra.

Agora em 2021, o desafio é o comando do Paranavaí, um clube tradicional do interior do Estado e que já foi campeão da 1ª Divisão em 2007. Na Terceirona deste ano, o Vermelhinho estará no mesmo grupo do Batel, o que proporcionará um reencontro com o torcedor batelino. As duas equipes vão se enfrentar na 5ª rodada da 1ª fase do Grupo B, em jogo programado para dia 20 de outubro, no Waldomiro Gelinski, em Guarapuava.

“Nosso primeiro objetivo é trabalhar forte para se ter uma equipe muito competitiva dentro das atuais realidades do futebol paranaense, e dentro de muito trabalho e empenho de todos envolvidos, podemos sim buscar nosso objetivo final que é o acesso em 2021”, disse o treinador, via assessoria.

Em Guarapuava, Dudu Sales comandou o Sub-19 (em 2018) e o profissional (2019) do Batel (Foto: Arquivo/Correio)

REC
Na Região Metropolitana de Londrina, o Rolândia Esporte Clube (REC) anunciou nesta terça-feira (10 agosto) a chegada de Marcelo Harassen como o técnico do time na Terceirona.

Em seus tempos de Batel, o professor atendia pelo nome Marcelo do Ó, na temporada de 2017; e Marcelo H. do Ó, no ano seguinte. Para o comando do time rolandense em 2021, o treinador resolveu adotar o sobrenome do meio, conforme publicação do REC nas redes sociais.

Na edição de 2017, Marcelo dirigiu o Batel na 3ª Divisão, terminando a competição em 3º lugar geral. Como havia apenas duas vagas para o acesso, que ficaram com São Joseense e REC, o Rubro-Negro não subiu. Mas, em 2018, pintou um convite para disputar a Divisão de Acesso.

Desse modo, o professor retornou a Guarapuava para dirigir a equipe batelina na campanha da Segundona.

Em 2021, os caminhos de ambos só poderão se cruzar caso REC e Batel se classifiquem para as semifinais da 3ª Divisão em posições que permitam o chaveamento. Na 1ª fase, o representante de Rolândia está no Grupo A, que reúne as equipes do Norte/Noroeste do Estado. Outro fator é a possibilidade de mudança no comando técnico dos times, no sempre instável mercado da bola.

REC anunciou seu novo técnico para a Terceirona 2021 (Foto: REC)