Corrida pelo acesso à elite do futebol paranaense começa neste sábado (28)

Dez times entram em campo para jogos em diferentes partes do Estado: Norte, Centro-Sul, Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e Sudoeste. O sonho de conquistar uma das vagas à 1ª Divisão de 2022 e o medo de cair para a Terceirona serão o combustível para a disputa deste ano

O futebol paranaense do interior inicia um novo capítulo de sua história neste sábado (28 agosto), com a abertura da edição 2021 da 2ª Divisão, também conhecida popularmente como Divisão de Acesso.

Dez clubes iniciam a briga pelas duas vagas do acesso à elite no Estado. O pensamento de todos é conquistar o direito de disputar a 1ª Divisão em 2022. Claro que o medo do rebaixamento à Terceirona também é um fator preponderante.

Os jogos da 1ª rodada ocorrem no mesmo dia e horário: neste sábado (28), às 15h30. Mas em diferentes partes do Estado: Norte, Centro-Sul, Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e Sudoeste.

A princípio, todos os jogos devem ocorrer sem problemas com restrições de realização. Como é de praxe, arquibancada sem público nos estádios em tempos de Covid-19. Mas com possível transmissão das partidas nos canais de streaming dos mandantes.

Em Cornélio Procópio, o PSTC receberá o Andraus Brasil no Ubirajara Medeiros. Sob o comando de Reginaldo Vital, a equipe procopense provou o gostinho de subir e jogar a Primeirona; mas acabou sendo rebaixada no ano passado. Inclusive, Vital está de volta.

A 119 km de distância, o Nacional Atlético Clube (NAC) visitará o Apucarana Sports (do técnico Vailson) no tradicional Olímpio Barreto (antigo Bom Jesus da Lapa). Em edições anteriores da Segundona, o Tricolor da Cidade Alta chegou perto do acesso, mas bateu na trave. Já o Guerreiro do Norte está sob nova administração desde o início do ano e, com isso, novas ideias, jogadores e até mesmo o visual do uniforme.

CENTRO-SUL
Viajando até o Centro-Sul do Paraná, o Estádio Mun. Newton Agibert será palco para Prudentópolis FC x AA Iguaçu (de União da Vitória). Com o experiente goleiro Doni no elenco, o Tigre da Serra aposta em uma equipe jovem para superar o favorito Iguaçu, adversário que completou 50 anos de fundação e promete brigar pelo acesso ao longo do campeonato.

“Nossa equipe é boa, experiente. A gente vem ganhando um bom entrosamento”, avalia o técnico do Iguaçuzão, Richard Malka, via assessoria. Ele acredita que seu time está pronto para a estreia em busca dos três pontos.

Uma das contratações recentes da Pantera do Vale é Natan, campeão da Segundona em 2020 quando estava no Azuriz Pato Branco. Mas ele deve pintar no time de Malka a partir da próxima semana, quando estará no BID.

Natan se apresentou nesta quinta-feira (26) ao Iguaçu (Foto: Assessoria)

RMC
Na RMC, Araucária EC e São Joseense prometem um grande duelo local no Atílio Gionedis, município de Campo Largo. As duas equipes são da mesma região e têm mostrado competitividade quando se fala em acesso. Aliás, o São José costuma largar bem, mas depois perde força; em 2021, trouxe medalhões (Barcos, Dirceu etc.) para compor o elenco.

E, finalizando, o Sudoeste paranaense será palco para CE União x Verê FC, no Anilado, em Francisco Beltrão. O Azulão não quer deixar barato na rivalidade histórica com o município vizinho de Pato Branco e quer voltar à 1ª Divisão, pois o Azuriz (PB) foi bem na disputa da elite em 2021.

1ª FASE
Durante a 1ª fase, os clubes se enfrentam em turno único denominado Grupo “A”, com partidas às quartas-feiras e sábados. Ao final dessa etapa, os quatro melhores pontuados na classificação geral avançam para as semifinais (sistema mata-mata).