Gap de profissionais de informática aumenta procura por cursos tecnólogos

Graduações tecnológicas das Faculdades Senac possibilitam formação em dois anos e meio, com foco no mercado de TI

A pandemia acelerou a digitalização da economia. O isolamento social, que deixou clientes e funcionários em casa, forçou as empresas a adotarem novos processos de trabalho e de vendas mediados por tecnologias. Reflexo disso é a alta demanda por profissionais de tecnologia da informação.

Segundo relatório publicado pela Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais (Brasscom), de janeiro a abril, o macrossetor de TIC criou 69 mil postos de trabalho. Em apenas quatro meses, as empresas de tecnologia contrataram mais que em todo o ano de 2020, que teve saldo de 59 mil empregos.

O número evidencia o impressionante crescimento do setor, apesar do cenário pouco favorável. Ao mesmo tempo em que a taxa de desemprego no país permanece elevada, a área de tecnologia da informação possui um grande déficit de profissionais, que pode chegar a 260 mil até 2024 de acordo com outro estudo da Brasscom. O número é uma previsão ao comparar o aumento de empregos no setor com a capacidade de formação de alunos no Brasil.

“A demanda por profissionais de tecnologia é global, mas é ainda mais intensa no Brasil. As empresas brasileiras estão vivenciando uma verdadeira transformação digital. Estimuladas pela pandemia, as organizações estão finalmente saindo do papel e colocando seus processos em sistemas informatizados. A migração para o digital foi inevitável para a manutenção de suas operações e das vendas, o que acaba abrindo ainda mais espaço para a atuação dos profissionais de tecnologia da informação”, avalia o professor coordenador dos cursos de Tecnologia da Informação das Faculdades Senac Curitiba Portão, Rodrigo Souza D’ Avila.

FACULDADES SENAC DE TECNOLOGIA
Com duração de dois anos e meio, a graduação de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas das Faculdades Senac de Curitiba e Maringá tem atraído cada vez mais interessados em se qualificar de forma rápida para o promissor mercado de TIC.

A instituição possui um modelo formativo diferenciado, focado nas necessidades do mercado de cada região. Assim, as disciplinas não estão atreladas a linguagens de programação fixas, conforme explica o coordenador do curso. “Existe uma mobilidade nas disciplinas, trazemos os conceitos essenciais de programação, mas a linguagem específica a ser ensinada será definida após estudos do setor e das vagas ofertadas localmente. Assim, o curso da Faculdade Senac Maringá poderá trabalhar com linguagens diferentes do mesmo curso ofertado em Curitiba, caso as demandas do mercado de TI se mostrem distintas nestas regiões”, reitera.

Essa mobilidade no ensino reflete características da própria profissão. Como as tecnologias estão sempre em evolução, esses profissionais também estão em constante aprendizado, especialmente para segue uma carreira full stack, que é aquele desenvolvedor com a capacidade de entregar uma solução técnica para um desafio de negócio, de ponta a ponta.

Outra novidade da nova matriz curricular do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas das Faculdades Senac é a adoção do projeto de startup como trabalho de conclusão de curso. Desde o 1º período os estudantes começam a desenvolver um plano de negócio para uma startup que criarão durante as aulas.

Implementada desde janeiro deste ano, a proposta já tem projetos bastante promissores. Um dos alunos, por exemplo, pensou em aplicativo para quem sofre de ansiedade, o que se intensificou durante a pandemia. A pessoa marca no aplicativo o momento em que está com ansiedade, qual o nível, o que pode ter ocasionado essa sensação e posteriormente essas informações poderão ser encaminhadas ao seu psicólogo.

Outro projeto prevê o desenvolvimento de um software para unificar o transporte de pacientes de outras cidades que vêm para Curitiba fazer seus tratamentos de saúde, otimizando os gastos das prefeituras com tais viagens. Mais uma ideia que surgiu no curso é um app para auxiliar a agricultura familiar aplicativo, em que os clientes interessados podem consultar em quais locais e feiras os agricultores familiares estão vendendo seus produtos. “Temos várias ideias muito interessantes propostas pelos alunos. Para o desenvolvimento do projeto, os alunos vão integrar todas as disciplinas do curso e aprenderão a planejar um modelo de negócio e validá-lo no mercado”, explica o coordenador do curso.

O formato do curso também já considera os novos paradigmas da educação motivados pelas transformações ocasionadas pelo coronavírus. Em sistema híbrido, são dois dias de aulas on-line e três dias presenciais nos laboratórios de informática das Faculdades Senac.

VESTIBULAR DE INVERNO
As Faculdades Senac de Curitiba e Maringá estão com inscrições para o Vestibular de Inverno 2021 para o curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. As aulas estão previstas para iniciar em 26 de julho, respeitando os protocolos sanitários estabelecidos.

Mais informações e inscrições

O site para mais informações e inscrições é o www.pr.senac.br/faculdade.