Em Guarapuava, Ratinho Jr. participa do lançamento das obras de duplicação da BR 277

Com investimento superior a R$ 77 milhões, as obras contemplam uma extensão de 3,6 quilômetros, com duas pistas de rolamento, acostamento, trincheira, pontes, viaduto e iluminação. O projeto inicia no trecho duplicado existente e segue até o Km 350 da rodovia, próximo ao aeroporto

Cumprindo agenda em Guarapuava, o governador do Paraná Carlos Massa Ratinho Jr. participou, na tarde desta quarta-feira (14), do lançamento da pedra fundamental de início das obras de duplicação da BR 277, no trecho do perímetro urbano desse município. Objetivo da modernização é desafogar o trânsito nesse importante corredor viário.

Com investimento superior a R$ 77 milhões, as obras contemplam uma extensão de 3,6 quilômetros, com duas pistas de rolamento, acostamento, trincheira, pontes, viaduto e iluminação. O projeto inicia no trecho duplicado existente e segue até o Km 350 da rodovia, próximo ao Aeroporto Regional Tancredo Thomas de Faria.

Serão duas faixas de tráfego em cada sentido, separados por barreiras de concreto New Jersey e acostamentos externos de dois metros e meio. As novas vias marginais serão implantadas dos dois lados da nova duplicação. A obra contempla também a instalação de uma trincheira entre a rua João Fortkamp e a Campo Grande.

E ainda a duplicação do viaduto no entroncamento com a PR 466 e adequação de suas alças de acesso, três pontes no Km 345,5 e um viaduto conectando a avenida Pedro Carli. Além de uma trincheira de acesso para o aeroporto, uma passarela no Km 349,3 e outra no Km 345.

“Não estamos falando de apenas uma obra. Estamos falando de um complexo de obras que está sendo investido aqui, em Guarapuava. Era, talvez, a maior demanda da cidade”, disse Ratinho Jr., durante o cerimonial do evento.

O governador observou que essa duplicação é necessária por dois motivos: segurança, pois é um trecho da rodovia com cruzamento em nível, o que propicia acidentes; e por necessidade, já que se trata da principal artéria do Estado. “É a ligação do nosso Oceano Atlântico do Porto de Paranaguá até os países do Mercosul, Argentina e Paraguai, que é cortando o Paraná de Leste a Oeste”.

Por sua vez, o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, essa será uma das maiores obras da história de Guarapuava. “É uma obra completa. Não é só uma duplicação”, exemplificando que será construída uma trincheira de acesso ao aeroporto, que voltará a funcionar no pós-pandemia com o programa Voe Paraná. “Voltará a trazer pujança a Guarapuava”.

LOCALIZAÇÃO
Durante o evento de lançamento, o prefeito de Guarapuava, Celso Góes, destacou a importância de uma obra dessa envergadura, pois o maior município do terceiro planalto paranaense está localizado num corredor estratégico. “Guarapuava é privilegiada, por estar no meio do Estado do Paraná, no meio do caminho”.

Ele ainda comentou que a melhoria da estrada impacta no trânsito e nas vidas.

Evento ocorreu na tarde desta quarta-feira (14) – Foto: Redação

INTERIOR
Presente ao evento, o prefeito de Pitanga, Maicol Callegari Barbosa, observou que um dos focos do governador é o desenvolvimento do interior do Paraná. “O investimento nas rodovias é propiciar esse crescimento para os demais, saindo da Região Metropolitana [de Curitiba] e atingindo mais o Centro do Paraná”, diz o prefeito, em entrevista ao CORREIO.

Dr. Maicol também ressaltou que são vários recursos na BR 277, principalmente nos gargalos, como é o caso da área urbana de Guarapuava, onde existe lentidão no trânsito. Mas com investimento, virá agilidade e crescimento.

E a deputada estadual Cristina Silvestri aproveitou o evento para comemorar essa conquista para os guarapuavanos. “É um dia de agradecimento. Há muito tempo, estamos lutando para conseguir essa duplicação e todos esses benefícios”.