Agência do Empreendedor encerra 2021 com mais de 27 mil atendimentos e impulsiona novos negócios no município

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Sávio Denardi, a agência tem um papel importante para o Município ao dar suporte e fomentar novos negócios que geram renda e crescimento da economia local

Como forma de retomar e fortalecer os negócios, a Agência do Empreendedor ampliou o apoio e os valores de fomento oferecidos aos guarapuavanos, totalizando  R$ 1.234.300,00 em recursos. É o triplo do valor disponível no ano de 2019, antes da pandemia do coronavírus, quando chegou a R$ 408.300,00.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação,  Sávio Denardi, a agência tem um papel importante para o Município ao dar suporte e fomentar novos negócios que geram renda e crescimento da economia local. 

“Nós procuramos enfrentar o pior momento econômico dos últimos tempos, dando apoio e ajudando a formalizar as atividades de pequenos empreendedores que foram afetados pela pandemia. Além disso, investimos na formação em meios digitais para que consigam melhorar as vendas e o faturamento usando todos os recursos tecnológicos disponíveis”, explica Sávio.

No ano de 2020, quando boa parte das atividades empresariais foi paralisada em razão da Covid-19, o suporte aos empreendedores ocorreu através do programa Paraná Recupera, do Fomento Paraná com a Linha de Crédito Emergencial do Estado, de até R$ 6 mil para Micro Empreendedores Individuais (MEI’s).

Segundo a diretora da agência, Valesca Borchardt Knopp, o crescimento ocorreu também na quantidade de MEI’s atendidos, com a abertura de 1.601 cadastros até o dia 30/11, totalizando 10.352 desde 2014.

“A procura pela formalização como Microempreendedor Individual continuou alta em 2021, talvez por necessidade, tendo em vista que devido a pandemia, muitas vagas de empregos foram fechadas e, sendo assim, as pessoas se viram obrigadas a procurar outra fonte de renda, e acabaram empreendendo em novas atividades”, declarou. 

RECONHECIMENTO

O trabalho feito pela Agência do Empreendedor para facilitar o acesso ao crédito foi destaque no Paraná pelo segundo ano consecutivo no Prêmio Estadual de Microcrédito Fomento Paraná referente aos anos de 2020 e 2021. Em ambos, a cidade ficou em 2º lugar na categoria de municípios com população entre 100 e 200 mil habitantes. “Isso demonstra a força e a eficiência das ações para chegar até quem mais precisa. Nossa intenção é ampliar o atendimento e consolidar os projetos de desenvolvimento que vem transformando o perfil da cidade, tornando-a cada vez mais empreendedora”, analisa a coordenadora do Programa EMPRIME, Ana Cláudia Klosouski de Andrade. 

ATENDIMENTOS

No ano de 2021, também foram emitidos 1.345 alvarás, além da análise de 2.276 protocolos e 27.533 atendimentos realizados ajudando na formalização e gestão das obrigações dos empreendedores. “Neste cenário, os processos de regularização de empresas oferecidos pela agência, como o MEI, por exemplo, são uma boa opção, pois ainda é uma forma mais fácil e barata de continuar contribuindo e assegurado pelo INSS”, observa Valesca.