Ringo Starr na cena com EP inédito ‘Zoom In’

Contando com a presença de um verdadeiro dream team musical, novo trabalho de estúdio do eterno beatle tem clima otimista que é um alento nesses tempos pesados de pandemia

Ringo Starr é conhecido maldosamente como o “beatle sortudo”. Ou seja, o cara errado na banda certa. Ele sempre foi visto como um baterista limitado que teve a sorte de fazer parte do projeto mais importante da história do pop rock, The Beatles.

O baterista teve a companhia de músicos/compositores talentosos (Paul McCartney, John Lennon e George Harrison) que moldaram a canção pop na segunda metade do século 20.

Porém, uma onda recente de revisionismo tem dado outra dimensão para Ringo, o boa-praça dos Beatles. Muitos especialistas reconhecem que, analisando gravações antigas remasterizadas com a qualidade de áudio de hoje, é possível perceber que o instrumentista não era apenas um cara que seguia o ritmo e as ordens da banda. Ringo também deu sua contribuição musical.

Depois que os Beatles terminaram, na virada dos anos 60 para os 70 no século 20, o baterista seguiu carreira-solo, cantando (coisa que já fazia no quarteto de Liverpool) e tocando. O grande mérito foi ter formado conjuntos históricos, em seu projeto particular chamado His All-Starr Band que existe desde 1989 – o livro “Ringo Rocks: 30 Anos de All Starrs” conta essa trajetória.

Para alegria de seus fãs, o eterno beatle lançou um trabalho inédito na última sexta-feira (19 março). Trata-se do EP “Zoom In” (Universal Music), que tem participações de gente do calibre do ex-companheiro de banda Paul McCartney. Formado por cinco faixas, o material pode ser ouvido nas principais plataformas digitais.

Capa do novo EP (Foto: Reprodução)

CLIMA
O clima em “Zoom In” é de otimismo e “paz e amor”, um dos mantras de Ringo que sempre está com os dedos da mão formando o famoso símbolo oriundo da geração sessentista hippie. Inclusive, ele aparece fazendo esse gesto na capa do álbum “What’s My Name” (2019).

Mas, no novo EP (versão um pouco menor aos velhos CDs), o baterista/cantor aparece na capa numa pose, segurando o casaco aberto com a frase “Peace Now” (“paz agora”, em tradução livre) em sua camiseta.

CLIPE
A primeira faixa é “Here’s to the Nights”, escrita por Diane Warren (autora de sucessos para Aerosmith, Backstreet Boys, Beyoncé, Julio Iglesias e Scorpions), cujo clipe já circula desde dezembro de 2020. O audiovisual reúne cenas com boa parte do dream team que participa do disquinho. Em tempos de pandemia, os artistas não se reuniram in loco para gravar o vídeo.

Nesse hit, todos cantam em coro o refrão de ar nostálgico e celebração aos amigos: “Às noites que não lembraremos/Com amigos que não esqueceremos/Que eu pense neles para sempre, como os dias que foram os melhores”.

Aliás, o ambiente positivo de “Zoom In” é um alento para o período pesadão vivido por toda a humanidade nesse mais de um ano de Covid-19.

PARTICIPAÇÕES
No total, o EP conta com a presença dos seguintes artistas: Dave Grohl (Foo Fighters), Sheryl Crow, Lenny Kravitz, Ben Harper, McCartney, Joe Walsh, Finneas (irmão e produtor de Billie Eilish), Chris Stapleton, Jenny Lewis, Corinne Bailey Rae, Eric Burton e Yola.

SERVIÇO
Para ouvir o EP “Zoom In”, basta acessar a um serviço de streaming (Spotify, Deezer, YouTube etc.). Dependendo do caso, é necessário fazer uma assinatura.

*********Texto: Cris Nascimento, especial para CORREIO