Melhor filme da franquia ‘Star Wars’ completou 40 anos em 2020

Atualmente no catálogo do serviço de streaming Disney+, “O Império Contra-Ataca” é insuperável e inoxidável. Nesta edição, confira os motivos elencados pela reportagem para curtir esse filme lançado há quatro décadas

Este é um caso em que a continuação supera o primeiro filme. Na verdade, está acima de todos os longas-metragens de uma mesma franquia cinematográfica.

Trata-se de “Star Wars” (ou “Guerra nas Estrelas”, como era conhecido no Brasil em uma galáxia não tão distante assim…). E, claro, a película em questão (sim, antigamente era filmado em fotogramas) é “O Império Contra-Ataca” (1980), o segundo filme da primeira trilogia dessa série criada por George Lucas. Em 2020, completam-se quatro décadas de seu lançamento.

Sabe-se hoje que “Star Wars” é composta de três trilogias no cinema: a clássica, feita na passagem dos anos de 1970 para 80; a retomada, nos anos de 1999/2000; e a contemporânea, de 2015 a 2019 – sem contar também os spin-offs (mais três produções).

É um nó na cabeça de qualquer pessoa, pois se estabeleceu uma ordem temporal na narrativa que fez com que a primeira trilogia se tornasse a segunda, em termos de lógica dos acontecimentos do enredo. É porque a narrativa da segunda sequência de três filmes se passa antes dos fatos apresentados entre 1977 e 1983, quando as primeiras produções chegaram à telona.

E, pra completar, a terceira trilogia continua de onde parou a trilogia clássica, avançando no tempo.

Quer saber? Melhor mesmo é ficar apenas com os filmes lançados em 1977 (“Uma nova esperança”), 1980 (“O Império Contra-Ataca”) e 1983 (“O retorno de jedi”). Esta é a sequência que importa. Principalmente o segundo filme, que está disponível para assinantes do serviço de streaming Disney+.

Luke está em sua jornada de aprendizado para se tornar um cavaleiro jedi (Foto: Reprodução)

MOTIVOS
Mas por que “O Império Contra-Ataca” é o melhor filme da franquia “Star Wars”? Confira, abaixo, uma lista de motivos:

  • “Não, eu sou seu…”: entre os filmes de ação da história do cinema ocidental, tem a revelação mais empolgante e surpreendente. Sem dar spoiler aos espectadores neófitos, o fato ocorre numa cena impactante entre Darth Vader e Luke Skywalker. Só isso já vale o filme;
  • Direção certa: para o bem da humanidade, “O Império Contra-Ataca” não é dirigido por George Lucas. Sim, o criador era um péssimo diretor;
  • Aprender, você deve: é neste filme que Luke passa por um processo de aprendizado com Mestre Yoda para dominar a Força e se tornar um cavaleiro jedi. As cenas no pântano são de arrepiar;
  • Meu malvado favorito: é o filme em que Darth Vader mostra porque é um dos vilões mais temidos do cinema. Aliás, bem mais legal do que o insosso Luke (talvez porque o lado sombrio da Força seja bem mais sedutor…). Ah, tem de assistir com o áudio original, para ouvir e temer a voz grandiloquente de James Earl Jones;
  • Batalha naval: apesar dos efeitos especiais limitados da época (anos 80), é um longa-metragem com muita adrenalina e cenas de ação movimentadas. Boas batalhas espaciais. Afinal, a guerra é nas estrelas (rá!).

*************Texto/pesquisa: Cris Nascimento, especial para CORREIO