Mourãoense será coordenador geral da Federação do Terceiro Setor do Paraná

O convite, segundo ele, foi feito pela presidente da federação, Cirleide Silva

O empresário mourãoense Márcio Nogaroli, proprietário da empresa M. A. Nagaroli Eventos, foi escolhido para ser o coordenador-geral da Federação do Terceiro Setor do Estado do Paraná (Fetespar). O convite, segundo ele, foi feito pela presidente da federação, Cirleide Silva.

“A indicação ao cargo foi por pessoas que são ligadas à cultura no nosso estado e o convite feito pela própria presidente da federação. Fiquei surpreso com essa indicação, realmente não imaginava que receberia um convite como esse, tendo em vista a seriedade e responsabilidade do cargo de coordenador geral de cultura de uma federação, ainda mais sendo a federação do terceiro setor do estado do Paraná, que seguramente é a mais atuante do nosso país”, disse Nogaroli.

Como coordenador geral, o empresário afirma que além de elaborar e executar, ainda auxilia em ações e projetos das muitas entidades espalhadas pelo estado. Sobre o apoio para a cultura em Campo Mourão e região, ele afirma que vai estar trabalhando muito para isso.

“Com certeza podemos ajudar, auxiliar e conseguir recursos para projetos que às vezes estão parados por falta de recursos locais. Podemos e vamos buscar esses recursos junto à iniciativa privada e governamental para que sejam implantados ou executados em prol do povo”, assegura Nogaroli.

A Fetespar, conforme explica o empresário mourãoense, pode conseguir meios de ajuda a projetos. Além disso, patrocinadores ou doadores podem abater esses recursos no Imposto de Renda com até 100%. “Tudo se faz por meio de projetos. A captação de recursos pela federação traz muitos benefícios a quem patrocina ou doa a uma entidade/projeto. Para Campo Mourão e região estarei me dedicando ao máximo para que projetos que ajudem as pessoas possam realmente sair do papel e chegar às ações o mais rápido possível”, ressalta.

A Federação do Terceiro Setor tem como missão a valorização da dignidade humana, a assistência social e o bem estar social de famílias e indivíduos, prioritariamente em situação de vulnerabilidade ou risco social e pessoal.

“Assumo esse cargo com as metas de respeito, dignidade, empatia, honestidade, inovação, responsabilidade e eficiência. Em 2022 muitos projetos importantes serão implantados no estado e contarão com a atuação forte da minha pasta e da federação  em modo geral.”

********Com Portal Tá Sabendo