Guarapuava, 08 de dezembro de 2019
#curta!

Vitória da Silva Neri, interpretando a música ‘A Change Is Gonna Come’, de Sam Cooke, e a banda DesDasSeis, com a composição ‘Maria Alfa Maria’, foram os grandes vencedores do festival; o grupo ainda faturou o troféu da plateia, ao lado de Odinei Fabiano Ramos

-

Entre os cerca de 40 candidatos que subiram ao palco do auditório Francisco Contini nos dias 25 e 26 de setembro, na fase classificatória do Festival Unicentro da Canção (Fuca), Vitória da Silva Neri e a banda DesDasSeis chamaram atenção do público e do júri técnico responsável por avaliar cada apresentação.

A jovem guarapuavana surpreendeu com uma versão do blues “A Change Is Gonna Come”, do norte-americano Sam Cooke; já a banda, trouxe a agitada composição “Maria Alfa Maria”.

Na grande final do dia 27 de setembro, ao lado de outros 20 músicos, foram eles os principais vencedores do festival, faturando os primeiros lugares nas categorias de interpretação e composição, respectivamente.

Essa foi a quarta vez que Vitória se apresentou no Fuca, e a insistência valeu a pena. “Foi um caminho doloroso, na verdade, porque cada ano é uma pequena evolução”, diz, ressaltando que decidiu trocar sua música duas semanas antes do fim das inscrições para o festival.

“Eu achei incrível [a composição de Sam Cooke], e quando parei para prestar atenção na letra, vi que a música estava conversando comigo… a história, a melodia, tudo”, acrescentando que a ideia inicial era cantar “And I’m Telling You”, da cantora Jennifer Hudson.

De acordo com a jovem, a apresentação durante as classificatórias foi a mais difícil, já que aquela era sua única chance para continuar na disputa. “Na final eu estava extasiada. Me desenvolvi melhor, e pude realmente estar presente no palco”, citando o apoio de sua irmã como um dos motivos para estar à vontade.

A banda DesDasSeis venceu com “Maria Alfa Maria” (Foto: Arquivo Pessoal/DesDasSeis)

COMPOSIÇÃO

“Maria Alfa Maria” ganhou não só o público - que vibrou do início ao fim nas duas apresentações -, mas também os jurados do Fuca. Não à toa, a vitória na categoria composição serviu para coroar um trabalho de mais de três anos do grupo DesDasSeis.

Formada por Nilson Jorge (vocalista e compositor), Eloi Mamcaz (baixista), Alessandro Lange (baterista) e Fábio Santos (guitarrista), a banda nasceu dos laços de amizade do quarteto, que traz como principais influências o rock nacional e internacional.

“O palco do auditório Francisco Contini é um templo sagrado para a arte guarapuavana, representando um lugar que sempre cumpriu com o propósito de fomentar a arte, a música e o despertar de novos talentos e artistas”, afirmou a banda ao CORREIO, ressaltando que vencer no festival “é materializar todo movimento artístico de composições próprias”.

Em relação à composição vencedora, o quarteto afirma que uma das inspirações foi a força que tem o nome Maria, e o que representa para as brasileiras. “A exemplo da Maria da Penha, uma brasileira de muita fibra, que não se dobra ante as adversidades, atuando como justa e merecida homenagem em forma de música”, afirmou.

PRÊMIOS

Na categoria de composição, venceram Lucas Cabral, em 2° lugar, Nara Jorge, em 3° Lugar, Palhetas Perdidas, em 4° lugar, e Tão João, em 5° lugar; a banda DesDasSeis também faturou o troféu da plateia.

Já em interpretação, os vencedores foram Odinei Fabiano Ramos, em 2° lugar, Dioni Eric Oliveira de Lima, em 3° lugar, Leonardo Stefaniak, em 4° lugar, e Behind House, em 5° lugar; Odinei também recebeu o troféu da plateia.

Veja Também