Educação

Universidades estaduais estão entre as 50 melhores do Brasil

No cenário estadual a Unicentro ficou em terceiro lugar
Ilustrativa (Foto: Arquivo/Assessoria)

As universidades estaduais de Londrina, Maringá, de Ponta Grossa, do Centro-Oeste e do Oeste do Paraná possuem quatro cursos entre os melhores do Brasil. São os cursos de Agronomia, Medicina, Odontologia e Zootecnia. A avaliação foi feita pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC). Foram avaliados bacharelados nas áreas de saúde, ciências agrárias e áreas afins. O trabalho envolveu 18 áreas e 4.300 cursos no triênio 2014, 2015 e 2016.

Na graduação em Agronomia, as universidades estaduais ficaram posicionadas entre as 50 melhores do país, levando em conta instituições públicas e privadas. A Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), que alcançou nota 5 (conceito máximo) no Conceito Preliminar de Curso (CPC), ocupa a terceira colocação de melhor instituição, seguida pela Universidade de Ponta Grossa (UEPG) em 12ª, e a de Londrina (UEL) em 18ª e a de Maringá (UEM) em 43ª. Foram avaliados 250 cursos de Agronomia.

UNICENTRO

No cenário estadual, a Unicentro também ficou em terceiro lugar, seguida pela UEPG entre as quatro melhores, UEL em 7ª e UEM fechando a lista das 10 universidades mais bem posicionadas.

“A Unicentro apresentou uma posição bastante expressiva no conceito nacional, destacando diversos cursos entre os melhores. Tivemos um crescimento anual da instituição evidenciado pela conceituação dos cursos”, destacou o reitor Aldo Bona. A universidade também conquistou o 24ª lugar em Nutrição no Brasil e a 2ª colocação entre as paranaenses.