Guarapuava, 26 de junho de 2019
Economia

Na última segunda-feira (7), o governador Ratinho Junior decretou um contingenciamento da ordem de 20% nas despesas estaduais para que seja feita uma análise fiscal e financeira

-

A Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) pode ter uma redução de R$ 45,7 milhões no orçamento previsto para o ano de 2019. Nesta semana, o Governo Estadual decretou o contingenciamento de cerca de 20% das despesas para que seja feita uma análise fiscal e financeira.

A medida também afeta instituições como a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com uma redução de R$ 67,8 milhões, e a Universidade Estadual de Maringá (UEM), com uma perda de R$ 127 milhões, a mais expressiva no estado.

De acordo com a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019, o montante orçamentário da Unicentro é R$ 228,6 milhões; destes, cerca de R$ 30,6 milhões devem ser arrecadados através de ações próprias, a chamada Fonte 250.

CONTINGENCIADO

O secretário da Fazenda, Renê Garcia Junior, garantiu que a execução orçamentária de 2019 não será comprometida. “Todos os compromissos com a folha de pagamento serão honrados. Haverá monitoramento em relação a outras despesas e fontes para que o lançamento contábil e a disponibilidade financeira se encaixem", afirmou.

De acordo com ele, o governo não consegue saber, com precisão, qual o saldo financeiro e os empenhos realizados que ficaram para ser pagos este ano.

“As informações sobre os restos a pagar, o saldo de fontes de receita e de apropriação dessas fontes têm incongruências que não nos permitem dizer exatamente qual é a situação financeira ou contábil do Estado hoje", explicou.

O bloqueio irá atingir áreas como a Educação (R$ 1,6 bilhão), Saúde (R$ 1,1 bilhão) e Segurança Pública (R$ 825 milhões).

Veja Também