Economia

Testes seletivos contratam 125 profissionais na região

As seleções para trabalho temporário incluem a Unicentro e a Prefeitura de Guarapuava
(Foto: Ilustrativa)

Cento e vinte e cinco vagas. Isso mesmo, 125 vagas estão em aberto para a contratação em três seleções de trabalho temporário na região Centro-Sul, com especial destaque para o município de Guarapuava.

Com maior número de oportunidades, a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) vai contratar 62 professores temporários, para suprir vagas abertas com o término do contrato de docentes colaboradores ou afastamento das atividades laborais por concursados devido, por exemplo, a aposentadoria ou licenças-maternidade. Das vagas, 51 são destinadas aos dois campi de Guarapuava – o Santa Cruz e o Cedeteg – e 11 para Irati, discriminadas em Edital específico.

Para os candidatos que optarem pela entrega da documentação exigida diretamente nos Protocolos da Unicentro, a inscrição via internet é realizada até esta terça-feira (15); e a entrega da documentação exigida deve ser realizada até quarta-feira (16). Já para os candidatos que optarem pelo envio da documentação exigida por correspondência postada por Sedex, a inscrição via internet é realizada até terça-feira (15), e o envio da documentação exigida deve ser realizado no período até quarta-feira (16).

Manoel da Silva, assessor da Diretoria de Concursos e Avaliação da universidade, lembra que, apesar das inscrições serem online, a documentação exigida não pode ser enviada pela internet. “Os documentos precisam ser físicos e, por isso, essa entrega pode ser feita pessoalmente, no protocolo da instituição, ou via Sedex, de acordo com as informações contidas no Edital”.

O Teste Seletivo é composto por duas fases. Num primeiro momento, os candidatos que tiverem as inscrições deferidas participam de uma prova prática, em que ministram uma aula para uma banca avaliadora, formada por três docentes. Os aprovados nessa primeira etapa passam para a segunda, que é a prova de títulos. “O sorteio de pontos para a prova didática vai ser no dia quatro de junho, e a prova em si vai ser, principalmente, no dia 5 de junho de 2018”, detalha Manoel.

SAÚDE

A Prefeitura de Guarapuava está com inscrições abertas para 20 vagas na área da saúde em PSS (Processo Seletivo Simplificado). Desse número total, 15 são para médicos generalistas de pronto atendimento, em regime de trabalho de 20h; e 5 vagas para enfermeiros, 40h.

Os aprovados no PSS serão convocados para “trabalhar nas Unidades Básicas de Saúde, Unidades de Atendimento Especializado, Urgências Municipais e Samu”, afirmou o diretor de Recursos Humanos, Francisco Pedroso, em entrevista ao CORREIO.

O contrato de trabalho dos aprovados e convocados terá duração de 12 meses, com a possibilidade de ser renovado por mais 12 meses, totalizando dois anos de prestação de serviço para o município.

As inscrições seguem até quinta-feira (17) e podem ser feitas pelo site da Prefeitura, através do link “concursos”. Não há taxa de inscrição.

Os candidatos deverão imprimir o comprovante de inscrição e entregá-lo junto com a documentação da prova de títulos, em um envelope lacrado, para a Comissão de Avaliação e Julgamento, até o dia 18 de maio, das 9 às 11h e das 13 às 17h, no Departamento de Recursos Humanos – Paço Municipal, rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, não sendo aceitos documentos enviados pelos Correios.

Os salários das vagas variam de R$ 4.400,74 (enfermeiro) a R$ 5.755,75 (médicos).

EDUCAÇÃO

A Secretaria de Educação e Cultura está com inscrições abertas para o PSS de Monitores do Programa Mais Alfabetização. Ao todo, serão 43 vagas destinadas a professores, estudantes e pessoas com formação em nível médio (especificações no Edital).

Os candidatos aprovados receberão bolsa auxílio do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). As inscrições seguem abertas até o próximo domingo (20) e podem ser feitas pelo site da Prefeitura. A prova será realizada no dia 27 de maio.

De acordo com os critérios do Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa firmado entre o MEC (Ministério da Educação) e os Estados, Municípios e Distrito Federal, o programa Mais Alfabetização tem o objetivo de fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo de alfabetização para fins de leitura, escrita e matemática, dos estudantes nos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental.