Esporte

Técnico batelino analisa que faltou um ‘algo mais’ na 2ª fase do Paranaense Sub-19

Após uma boa campanha na primeira etapa do Paranaense, quando terminou em 3º lugar em seu grupo e invicto no WG, o Batel perdeu rendimento e sofreu revés em todos os seus jogos na 2ª fase, contra Apucarana Sports, Londrina e Atlético-PR
O técnico Dudu Sales (Foto: Arquivo/Correio)

A sensação é de que os “Meninos da Baixada” poderiam ter ido mais longe no Campeonato Paranaense Sub-19 de 2018. Sem pontuar na 2ª fase da competição, o jovem time da Associação Atlética Batel (AA Batel) termina sua participação no próximo sábado (15), às 15h, em partida contra o Atlético-PR no Estádio Waldomiro Gelinski (WG), em Guarapuava. A entrada é gratuita (com doação voluntária de 1 kg de alimento).

Após uma boa campanha na primeira etapa do Paranaense, quando terminou em 3º lugar em seu grupo e invicto no WG, o Batel Sub-19 perdeu rendimento e sofreu revés em todos os seus jogos na 2ª fase, contra Apucarana Sports, Londrina (favorito ao título) e Atlético-PR.

Na avaliação do técnico batelino Dudu Sales, faltou mais estrutura ao clube nessa difícil fase do Paranaense. “A gente viu que faltou aquele ‘algo mais’, de ter uma comissão técnica mais completa, um grupo mais completo para estar nos auxiliando um pouco mais”, diz, em entrevista exclusiva ao CORREIO.

Mesmo com essas dificuldades, o treinador considerou produtiva a participação do Batel no certame de 2018. “Achei que, para o início, foi bom. Agora, é dar uma sequência boa e estruturar um pouco mais”, acrescentando que, assim, o clube pode ter condições de brigar por um desempenho melhor em 2019.

Jovem time do Batel se prepara para último jogo no Paranaense Sub-19 em 2018

JOGOS

Em termos de experiência, os “Meninos da Baixada” puderam entrar em campo contra dois clubes de referência no Estado: o Atlético-PR, que costuma formar jovens times para disputar a Primeira Divisão do Campeonato Paranaense; e o Londrina, quarta força paranaense.

“Contra o Atlético-PR, fizemos um jogo muito bom. O resultado [3 a 0 para os atleticanos] não condiz com o que foi o jogo”, diz Dudu Sales, explicando que o Rubro-Negro de Guarapuava dominou o primeiro tempo da partida realizada em 11 de agosto, em Curitiba, perdendo pênaltis e com direito a gol invalidado pelo árbitro. “Faltou um pouco mais de experiência nessa questão dos atletas não terem o cacoete de uma competição mais puxada”.

SEGUNDONA

Segundo o técnico Dudu Sales, o Batel em 2019 planeja disputar as categorias de base e o Campeonato Paranaense da Segunda Divisão. Por enquanto, ele já está “apalavrado” para ser o comandante do time profissional, com preparação programada para iniciar em novembro deste ano. “Já passei o planejamento inteiro”, adiantando que os nomes da nova comissão técnica foram repassados à diretoria rubro-negra.

O técnico explica que as categorias de base (Sub-19 e Sub-23) devem contar com novo comando em 2019. Mas, a princípio, não há nada confirmado e Dudu continua à frente do Sub-19. Assim, serão três competições para o Batel no ano que vem – Sub-19, Sub-23 e Segundona -, isso caso o Sub-23 seja organizado no formato da Taça FPF (o que não ocorreu em 2018).