Guarapuava, 19 de janeiro de 2020
Esporte

Neste sábado (7), o Estádio Waldomiro Gelinski será palco da partida entre Selecionado Máster do Brasil e Batel Máster. Em campo, o público terá a oportunidade de ver de perto nomes como Marcelinho Carioca e Túlio Maravilha

-

Em comemoração aos 200 anos de Guarapuava, o campo do Estádio Waldomiro Gelinski (WG) será palco de um amistoso festivo na tarde deste sábado (7 dezembro): Selecionado Máster do Brasil contra Batel Máster.

A relação dos nomes que compõem cada um dos esquadrões já foi definida. Do lado dos visitantes, o público terá a oportunidade de ver os seguintes craques: Robson, César Prates, Mauro Galvão, Toninho Carlos, Ednelson, Axel, Flávio Conceição, Marcelinho Carioca, Edílson Capetinha, Túlio Maravilha e Macedo.

São ex-jogadores profissionais que passaram por grandes clubes do Brasil e da Europa, além da Seleção Brasileira em alguns casos, principalmente nos anos de 1990/2000. Por exemplo, o meia Marcelinho Carioca, o Pé de Anjo, se destacou no Flamengo, Corinthians e Santos (em breve passagem). Mas, claro, foi no Timão que ele colecionou títulos e feitos.

Inclusive, Marcelinho entrou para a história corintiana graças a suas batidas perfeitas de falta, que resultaram em gols importantes para o time alvinegro.

Outro destaque é o atacante Túlio Maravilha. Campeão brasileiro em 1995 pelo Botafogo - em uma final “em preto e branco” contra o Santos de Giovanni, o Messias -, o atleta passou dos mil gols ao longo de sua carreira. Pelas suas contas, diga-se de passagem.

Aliás, uma das características de Túlio era a irreverência, dentro e fora de campo. Suas frases feitas e brincadeiras apimentavam a véspera de uma partida.

Entre os defensores convocados para o amistoso, Mauro Galvão era conhecido pela técnica apurada. Um zagueiro que sabia tocar bonito com a bola nos pés. Não à toa, Mauro vez carreira internacional na Europa e disputou a Copa do Mundo de 1990.

Em termos de títulos, esse zagueiro clássico conquistou dois Brasileiros (Internacional e Grêmio) e a Libertadores da América (Vasco da Gama), por exemplo.

Por fim, talvez não tão conhecidos assim do grande público, Axel (volante) e Macedo (atacante) têm em comum o fato de terem vestido a camisa do lendário Santos nos anos de 1990. Prata da casa, Axel surgiu na Vila Belmiro em um período de seca de títulos. Mas ele se destacou e chegou à Seleção Brasileira e ao São Paulo de Telê Santana.

Uma curiosidade: a negociação de Axel para o Tricolor paulista envolveu a troca com alguns jogadores são-paulinos, incluindo Macedo (campeão da Libertadores e do Mundial, pelo clube do Morumbi).

BATEL

Pelo lado do Batel Máster, o amistoso terá os seguintes nomes: Bizu, Laroca, Kinho, Evandro Mico, Toninho Paraná, Paulo Vogt, Batista, Bugrinho, Tiaka, Luizinho, Dé, Roni, Marabá, Ivar, Joel, Ticão, Edinho, Primak, Alex Machado e Sandrão.

O árbitro da partida será o Margarida.

INGRESSOS

Os ingressos (com entrada solidária) estão à venda CLICANDO AQUI; ou em um dos pontos de venda físicos: KM Universitário, Box Universitário, American Club do Shopping Cidade dos Lagos e na Loja Oficial do Batel no Shopping Maria Antônia.

Os alimentos arrecadados serão doados ao programa Mesa Brasil do Sesc Paraná.

Os portões do Waldomiro Gelinski serão abertos às 12h30, com shows de Marina Taques e Lucas Horst, às 13h30. O jogo começa às 15h30; e, às 16h30, haverá leilão de camisas autografas pelo Selecionado.

Veja Também