Guarapuava, 15 de December de 2018
Economia

Na parte teórica, entre os temas estavam o turismo mundial e a história de Guarapuava, além de aula sobre primeiros socorros

-
(Foto: Secom/Prefeitura)

A Secretaria de Turismo e o Senac finalizaram, na tarde de terça-feira (4 de dezembro), o curso gratuito de Turismo Religioso, que teve o objetivo de capacitar os participantes no atendimento receptivo em atrativos religiosos de Guarapuava. Na parte teórica, entre os temas estavam o turismo mundial e a história de Guarapuava, além de aula sobre primeiros socorros.

Na parte prática, os alunos fizeram visitas técnicas para conhecer pontos turísticos religiosos, como a Catedral Nossa Senhora de Belém, Igreja Ucraniana, Santuário de Schoenstatt, entre outros. Os participantes do curso já trabalham com o turismo, como escoteiros e moradores do distrito do Guairacá, mais especificamente da rota turística Caminho de São Francisco.

“Este curso possui grande relevância porque a história de Guarapuava está enraizada na religiosidade. Os alunos conheceram mais sobre vários lugares como parques, comércio, não só as igrejas, mas também outras formas de turismo, além do religioso, tudo o que contribui para as pessoas receberem os turistas da melhor forma”, comenta a coordenadora do projeto Caminhos da Fé, Leila Pires.

Antônio Golon Sobrinho, 69 anos, mora a 50 metros da chamada 'igreja amarela', que está localizada na Estrada do Guairacá. Segundo ele, nunca é tarde para adquirir conhecimento e contribuir com o turismo em Guarapuava. “Achei muito interessante tudo que nós aprendemos. Também é muito bom aprender sobre a história da cidade. Apesar de conhecer Guarapuava desde 1958, antes da aula de hoje, eu não sabia sobre algumas coisas, como a história da criação da Catedral, por exemplo”, enfatizou o morador do Faxinal do Saltinho.


Veja Também