Guarapuava, 21 de fevereiro de 2020
Economia

Conforme consta no edital, os salários vão de R$ 1,1 a R$ 1,8 mil, com carga horária de 20h; seleção ocorrerá a partir da avaliação de títulos dos candidatos

-

A administração de Turvo está com um Processo Seletivo Simplificado (PSS) para a contratação de professor tutor, auxiliar de professor tutor e terapeuta ocupacional. As duas primeiras funções serão lotadas no Centro de Capacitação e Qualificação Profissional, enquanto que a terceira ficará na Secretaria de Saúde.

De acordo com o edital, há uma vaga para cada cargo, que tem salário equivalente ao valor inicial do Plano de Cargos, Carreira e Valorização dos Servidores Públicos de Turvo. Ou seja, R$ 1.505,64 para tutor, R$ 1.104,29 para auxiliar e R$ 1.868,52 para terapeuta, com carga horária de 20h.

As inscrições para o processo seletivo ocorrerão exclusivamente na sede da Prefeitura, no setor da pasta de Educação, Cultura e Esportes, de 17 a 28 de fevereiro. A lista de documentos necessários está disponível no site turvo.pr.gov.br.

O edital aponta que o PSS terá validade de 12 meses, contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por mais um ano. Os candidatos serão selecionados através da avaliação de títulos.

FUNÇÕES

A administração aponta que o professor tutor e auxiliar contratados atuarão em cursos técnicos na modalidade a distância do Instituto Federal do Paraná (IFPR), através de uma parceria com a pasta de Indústria e Comércio.

Nesse sentido, os candidatos para a função de docente precisam ter graduação em administração, gestão financeira, ciências contábeis ou ciências econômicas, e ter disponibilidade para trabalhar no período noturno. A vaga de auxiliar exige ensino médio completo e curso de informática.

Aos professores, as atividades incluem, por exemplo, organizar, preparar e ministrar aulas presencialmente; exercer atividades didático-pedagógicas; acompanhar e estimular as atividades do ambiente virtual de aprendizagem.

Já o cargo de terapeuta ocupacional, para atuação no departamento de Educação Especial da pasta de Educação, Cultura e Esportes, exige curso superior em terapia ocupacional e registro profissional.

Esse trabalho inclui avaliar os pacientes quanto às suas capacidades e deficiências, promover campanhas educativas, planejar atividades terapêuticas de acordo com as prescrições médicas e avaliar os efeitos da terapia.

RESULTADOS

Segundo o edital, somente serão aprovados os candidatos que obtiverem no mínimo 50 pontos na avaliação de títulos.

A previsão é que a homologação das inscrições seja publicada no dia 3 de março; no dia 9 será divulgada a classificação preliminar; e no dia 13 será divulgado o resultado final do PSS.

Veja Também