Agricultura

Produtores familiares do Assentamento São Pedro recebem semeadeira

O prefeito de Guarapuava Cesar Silvestri Filho destacou que os projetos do Vida Rural atendem as necessidades das famílias do campo em todas as áreas
(Foto: Secom/Prefeitura)

As famílias do Assentamento São Pedro, no distrito do Guairacá, receberam nesta quinta-feira (13 de setembro), da administração municipal, uma semeadeira que vai integrar o conjunto de máquinas administrados pela associação de produtores.

O prefeito de Guarapuava Cesar Silvestri Filho destacou que os projetos do Vida Rural atendem as necessidades das famílias do campo em todas as áreas. "Com assistência técnica, máquinas, boas estradas rurais, juntos, estamos transformando a produção nas pequenas propriedades. O resultado é a diversificação e a oferta de alimentos de qualidade, que são comercializados nas feiras do produtor e supermercados e repassados à merenda escolar municipal e estadual. Parabéns pelo esforço e dedicação de todos vocês, produtores, técnicos e parceiros que sempre nos auxiliam a manter as famílias no campo com renda e qualidade de vida", disse.

A semeadeira, adquirida com recursos de emenda parlamentar da então deputada estadual Cristina Silvestri, será utilizada em forma de comodato. "Nesta quarta-feira, também foi entregue uma semeadeira no Assentamento Bananas, no Distrito do Guará. Essas máquinas podem ser usadas tanto para culturas de inverno quanto de verão e ainda na olericultura", comentou o secretário de Agricultura, Ademir Fabiane. "Além dessas, foi adquirida outra semeadeira. Junto com Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, vamos definir qual comunidade receberá a máquina. Também estão em licitação cinco tratores que vão contribuir ainda mais com o trabalho no campo", acrescentou o vice-prefeito e secretário de Obras e de Turismo, Itacir Vezzaro.

ASSENTAMENTO

Entre as atividades desenvolvidas no Assentamento São Pedro, está a produção de leite e hortaliças. Além disso, as famílias investem na panificação e miniprocessamento de alimentos.

A transformação no campo com as ações do programa Vida Rural fez a Jeniffer Ferri Leiss, 27 anos, retornar ao Assentamento São Pedro. "Quando meus pais vieram para cá, eu tinha 2 anos, aos 19 fui embora em busca de oportunidades. Voltei casada e com dois filhos porque agora temos mais condições de trabalho e, principalmente, somos valorizados. Eu estou muito feliz", disse Jeniffer. Ela e o marido, Willian Leiss, produzem hortaliças e se preparam para trabalhar com o miniprocesamento de verduras.

Também participaram do evento o presidente do CMDR (Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural), Leo Sergio Ferri, presidente da Associação de Produtores, Rosenildo de Campos, engenheiro agrônomo Jairo Macedo, representando a Emater e a Seab, secretário de Trânsito e Transportes, Airson Horst, e produtores familiares.