Guarapuava, 26 de janeiro de 2020
Política

No último sábado (11), Elton Barz se encontrou com a executiva municipal de Guarapuava e de Campina do Simão para planejar as ações do primeiro trimestre na região

-

O presidente do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) no Paraná, Elton Barz, participou de uma reunião com as executivas de Guarapuava e de Campina do Simão. A ação ocorreu na “terra do lobo bravo” no último sábado (11) e serviu para planejar as ações da legenda no primeiro trimestre de 2020.

De acordo com Egon Matte, presidente do diretório de Campina do Simão, a reunião foi importante para a preparação da sigla, e adiantou que o PCdoB terá um candidato a prefeito no município.

“Queremos fazer uma campanha que permita nossa vitória e, com ela, o início de uma gestão voltada para a maioria da nossa população”, afirmou.

Já o presidente do diretório guarapuavano, Francis de Lima Silveira, disse que o partido irá integrar uma Frente Popular para enfrentar os problemas do município no próximo pleito. “Nós, como cidade sede e polo, temos responsabilidade em ajudar o partido na região”.

PARANÁ

O presidente Elton Barz aproveitou o encontro para apresentar os desafios a nível estadual e nacional da sigla, e pediu empenho da militância na construção de um projeto para as eleições municipais. No seu ponto de vista, esse será o “primeiro grande desafio para 2022”, quando o PCdoB completa 100 anos.

“Vamos construir nossa chapa para deputadas e deputados federais e estaduais. Guarapuava e Campina do Simão, tenho certeza, serão peças importantes nessa luta”, afirmou Barz.

ALIANÇA

Aproveitando a vinda para o município, Elton também se reuniu com lideranças da Rede Sustentabilidade para iniciar a construção de um movimento para a disputa eleitoral. Também foi feito um convite para que a legenda participe da etapa regional da Conferência da Emancipação da Mulher, que ocorrerá no dia 29 de março, em Curitiba.

“Vamos nos reunir com as direções municipais do Paraná para aprimorar nossas ações neste primeiro trimestre do ano”, afirmou o Barz.

Veja Também