Guarapuava, 24 de junho de 2019
Esporte

A equipe guarapuavana não conseguiu aproveitar as chances de balançar as redes. Visitantes foram cirúrgicos para fechar o placar

-

A Associação Atlética Batel (AA Batel) não teve uma tarde inspirada neste domingo (19). A partida contra o União de Francisco Beltrão foi válida pela 2ª fase da Divisão de Acesso do Paranaense.

Diante de sua torcida, a equipe guarapuavana perdeu pelo placar de 2 a 0. Luan e Xavier marcaram para os visitantes.

Na avaliação do técnico Paulo Campos, o resultado foi “mentiroso”, já que o time batelino teve várias chances de marcar. “O goleiro [Marcos] fez grandes defesas. Infelizmente, nós não fomos competentes, felizes para abrir o placar”, disse.

As péssimas condições do gramado do Estádio Waldomiro Gelinski (WG) prejudicaram o andamento da partida, no ponto de vista do técnico. 

“Isso aqui é um absurdo. Você viu quantos passes nós erramos por causa do gramado? É terrível. Você jogar futebol dessa maneira é difícil”, criticou.

A PARTIDA

Empurrado por sua torcida - pouco mais de 500 pessoas compareceram ao WG na tarde deste domingo -, o Batel tentou se impor em campo; contudo, coube a Luan, do União, abrir o placar com um bonito chute de fora da área no primeiro tempo.

Batel perde em casa para o União
O Batel não conseguiu aproveitar suas oportunidades (Foto: Douglas Kuspiosz)

Durante a etapa complementar, a equipe guarapuavana voltou a atacar, mas sem conseguir concluir. A melhor chance veio em uma jogada criada pelo lateral Lúcio, que deixou Agostinho na cara do gol, mas ele não desviou e a bola saiu pela linha de fundo.

Em outras oportunidades, o goleirão Marcos frustrou as expectativas dos rubro-negros.

Já nos últimos momentos do jogo, Xavier acertou um bonito chute e ampliou o marcador: 2 a 0 para os visitantes.

FUTURO

No grupo do Batel, o Apucarana venceu o REC por 2 a 1.

No próximo domingo (26), a equipe batelina viaja até Rolândia para encarar o REC.

Veja Também