Guarapuava, 14 de novembro de 2019
Agricultura

Cerca de 20 pessoas participaram da atividade nesta quinta (17), realizada no Centro de Referência e Assistência Social (Cras); Prefeitura divulga edital com 19 vagas para o transporte universitário

-

A comunidade de Candói pôde acompanhar nesta quinta-feira (17) uma palestra voltada às práticas culturais para o manejo e aumento da produtividade da erva-mate.

De acordo com a administração, foram cerca de 20 participantes na atividade, que foi realizada no Centro de Referência e Assistência Social (Cras) do município.

O encontro contou com a presença do engenheiro agrônomo e responsável regional pelo Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Hilário Milanese e do técnico florestal Viníciu Tina, além de autoridades e produtores candoianos.

“Na ocasião, foram discutidos assuntos como o ambiente produtivo dos ervais, além da cultura, implantação, manejo florestal, expectativa de mercado e a qualidade das mudas”, afirmou em nota a administração.

De acordo com Tina, o Brasil é o maior produtor de erva-mate do mundo e o Paraná é o maior do país. Para o técnico, essa cultura é fundamental para os pequenos agricultores.

“O manejo de ervais nativos representa um dos sistemas agroflorestais mais antigos da região, o que permite a utilização mais eficiente dos recursos naturais da propriedade, a diversificação e a redução dos riscos na produção”, acrescentou, pontuando que uma consequência é o aumento da renda na agricultura familiar.

TRANSPORTE

A Prefeitura de Candói, através da pasta de Educação, lançou um edital para selecionar universitários para o transporte até Guarapuava.

Serão disponibilizadas 15 vagas no período diurno e quatro oportunidades para o período noturno, de acordo com as disposições dos editais.

Para participar é necessário apresentar CPF e RG, título de eleitor com domicílio no município, comprovante de residência, cadastro familiar com declaração de rendimentos, certidão negativa de débitos, atestado de matrícula e declaração de bens.

Ao CORREIO, em entrevista concedida em maio deste ano, o secretário de Governo, Daniel da Silva, afirmou que esse serviço é uma forma da administração investir e incentivar o ensino superior para os jovens.

“Nós iremos continuar incentivando e investindo nos nossos universitários. Não é um gasto”, ressalta, acrescentando que a frota utilizada é composta por quatro ônibus e duas vans.

De acordo com o edital, os alunos beneficiados deverão participar de ações feitas pela Prefeitura quando convocados, tendo uma carga horária mínima de 20 horas semestrais. As atividades incluem serviços sociais comunitários, campanhas e divulgação de eventos.

Os interessados devem procurar a Secretaria de Educação (avenida XV de Novembro, 1.795) das 8h às 12h, e das 13h às 17h, entre os dias 24 e 25 de outubro.

Veja Também