Guarapuava, 19 de fevereiro de 2020
#curta!

Pela primeira vez, o público brasileiro tem a oportunidade de conhecer uma edição em português do maior autor de mangás de samurai, Hiroshi Hirata. A editora Pipoca & Nanquim lançou em 2019 a obra “O Preço da Desonra”

-

Demorou, mas o trabalho do quadrinista Hiroshi Hirata já está disponível no Brasil em uma caprichada edição em português. Graças à editora Pipoca & Nanquim, o maior autor de mangás de samurai chegou ao mercado nacional com um de seus melhores trabalhos.

Em “O Preço da Desonra”, sua abordagem desses guerreiros míticos foge um pouco à regra e a tudo aquilo que imaginávamos saber sobre eles, já que se debruça sobre uma situação bastante curiosa que costumava ocorrer em pleno campo de batalha: a possibilidade de se permanecer vivo assinando uma promissória com o próprio sangue, a fim de quitá-la futuramente.

Para contar esse lado obscuro que é protagonizado pelos samurais, Hirata criou, nos anos de 1970, o personagem Hanshiro, um kubidai hikiukenin (tomador de promissórias) vivendo na época do xogunato, encarregado por seus contratantes de cobrar aqueles que devem o valor de sua cabeça.

Austero, respeitoso e dotado de uma poderosa capacidade de julgamento, o caminho do habilidoso Hanshiro será cruzado por indivíduos cujas características se encontram muito aquém das suas... revelando aspectos falhos e disfuncionais do homem.

ESTRUTURA

Ao longo de sete histórias, ao mesmo tempo fascinantes e cruéis, descobrimos que nem sempre a honra, a bravura e a tradição caminham lado a lado quando o assunto é samurai, já que muitos confrontos protagonizados por eles ganham contornos puramente econômicos, sendo resolvidos não pelo fio da espada, mas sim por uma bolsa cheia de dinheiro.

Um clássico gekigá (como são chamados os antigos mangás de temática adulta e realista) revigorado em uma edição definitiva, completa, com 396 páginas, sobrecapa com verniz localizado de alto relevo, marcador de página exclusivo, e encadernação colada e costurada para garantir o melhor manuseio e acabamento.

Depois de “O Preço da Desonra: Kubidai Hikiukenin”, dificilmente o leitor conseguirá pensar nesse tema da mesma maneira, já que as tramas apresentadas o farão refletir não só a respeito dos costumes e hábitos da época, mas também sobre a própria humanidade.

Capa da edição brasileira (Foto: Reprodução)

AUTOR

Considerado uma lenda viva no Japão, Hiroshi Hirata começou sua carreira nos mangás em 1958 e permanece em atividade até os dias de hoje. É especialista na construção de enredos e arte para os chamados jidaigekis, dramas com temática histórica que fazem muito sucesso não só no Japão, mas no mundo todo.

Além de “O Preço da Desonra: Kubidai Hikiukenin”, publicado originalmente de 1971 a 1973, Hirata trabalhou em dezenas de outros aclamados gekigás de samurai, sendo o principal deles “Satsuma Gishiden” (1978).

Calígrafo renomado, Hirata também é o responsável pela criação da caligrafia do título dos mangás “Akira”, de Katsuhiro Otomo, e “Mangá-Documentário: Virgem Depois dos 30”, lançado pela Pipoca & Nanquim, entre outros.

EDITORA

Fundada por três apaixonados por quadrinhos, a editora Pipoca & Nanquim nasceu em maio de 2017 como uma extensão direta do trabalho feito em seu canal homônimo no YouTube, surgido oito anos antes, e sua principal missão é responder a uma simples pergunta: como tantas excelentes HQs, de autores tão incríveis, não são publicadas no Brasil?

Inaugurada com a obra “Espadas e Bruxas”, do espanhol Esteban Maroto, o objetivo da editora é seguir uma linha de publicações de temática variada que mescle material antigo e contemporâneo, de diversos locais do mundo

SERVIÇO

A obra “O Preço da Desonra” (R$ 59,90) pode ser adquirida diretamente com a Pipoca & Nanquim, CLICANDO AQUI.

Veja Também