Guarapuava, 25 de março de 2019
Policial

Bruna Priscila Smutek, de 19 anos, não resistiu aos ferimentos sofridos no último dia 30 de outubro. Segundo a Polícia Militar, o crime foi motivado por ciúme

-

A jovem Bruna Priscila Smutek (19 anos), que havia sido baleada no último dia 30 de outubro em Prudentópolis, faleceu no Hospital São Vicente de Paulo na noite desta quarta-feira (7/novembro). De acordo com a Polícia Militar, o crime foi motivado por ciúmes.

Bruna estaria envolvida com o ex-marido de uma mulher, que não teria aceitado o fim do relacionamento. 

A suspeita (20 anos) foi flagrada por câmeras de monitoramento. Ela ainda tentou fugir, mas foi presa pelos policiais. A arma usada no crime não foi encontrada.

O boletim de ocorrência também aponta que um homem teria levado a agressora de Ponta Grossa até Prudentópolis, mas ele ainda não foi identificado.

O Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava apontou que os ferimentos causados pelo disparo foram a causa da morte.

VELÓRIO

O corpo de Bruna será velado e sepultado nesta quinta-feira (8/novembro), no município de Prudentópolis.