Guarapuava, 15 de setembro de 2019
#curta!

Representando o histórico Clube Rio Branco de Guarapuava, Josoel de Freitas, o Tuto, um dos mais antigos integrantes do grupo, participou da programação, ao lado de seu filho, Carlos Eduardo Burkhard, o Dudu do Contempla, e da secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy

-

Guarapuava integrou as atividades da Semana do Patrimônio Cultural, organizada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), em parceria com o Museu Paranaense e Sociedade Operária Beneficente 13 de maio.

O evento ocorreu entre 16 e 18 de agosto, em Curitiba, e debateu a temática dos Clubes Sociais Negros do Paraná.

Representando o histórico Clube Rio Branco de Guarapuava, Josoel de Freitas, o Tuto, um dos mais antigos integrantes do grupo, participou da programação, ao lado de seu filho, Carlos Eduardo Burkhard, o Dudu do Contempla, e da secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy.

“Essa participação evidencia o reconhecimento público do Clube e de representantes como Josoel, pelo papel atuante na manutenção da cultura afrodescendente em Guarapuava e no Estado. Além disso, sabemos de seu papel importante, ainda hoje, como disseminador das memórias dessa cultura para as novas gerações”, declarou Doraci.

(Foto: Secom)

CLUBE

O Clube Rio Branco é um espaço de preservação do patrimônio cultural imaterial brasileiro da cultura afrodescendente e se destaca não apenas como objeto da história, mas também pela preservação de documentos.

A notoriedade e importância do guarapuavano foi reconhecida com uma homenagem, recebida pelas mãos do chefe do Departamento do Patrimônio Imaterial do Iphan, Hermano Queiroz. “Ele sempre foi ligado à cultura afrodescendente e mesmo hoje, com 83 anos, é uma referência procurada pelas universidades do Paraná para dar palestras. Podemos ver que ele é bem visto dentro dessa política estadual de igualdade racial e proteção do patrimônio imaterial da cultura negra”, afirmou Carlos Eduardo.

Veja Também