Cotidiano

Guarapuavanos enfrentam fila quilométrica para abastecer

A fila, que começa na rua Mal. Floriano Peixoto, passa também pelas ruas Pedro Alves e Benjamin Constant
Na rua Pedro Alves, centenas de veículos estão enfileirados (Foto: Douglas Kuspiosz/Correio)

Duas horas. Esse é o tempo médio de espera dos centenas de guarapuavanos que estão tentando abastecer seus veículos na manhã desta terça-feira (29). O Posto Superpão, da Rede Ipiranga, é um dos únicos com etanol, gasolina e óleo diesel disponível no município - mas a administração do posto não soube informar quanto ainda resta no estoque.

Os carros estão enfileirados em mais de 1 Km, passando pelas ruas Mal. Floriano Peixoto, Pedro Alves e Benjamin Constant.

De acordo com o app Menor Preço/Nota Paraná, a gasolina comum está sendo comercializada a R$ 4,55/Litro. Já o etanol, R$ 2,99/Litro.

Uma funcionária do posto afirmou que a venda de combustível não está sendo limitada por veículo. Ou seja, muitas pessoas estão enchendo o tanque, o que pode fazer com que muita gente fique sem combustível. 

A redação do CORREIO acompanhou a espera dos motoristas. Um deles afirmou ter chegado antes das 9h na fila, e até às 11h20 não havia conseguido abastecer. Motos, carros, vans e até veículos de autoescolas seguem aguardando uma chance para comprar combustível.

REDE GUAPO

Por volta das 12h, um caminhão da Rede Guapo abasteceu com 10 mil litros de gasolina e 5 mil litros de óleo diesel o Posto Guapo da rua XV de Novembro. A gasolina está sendo vendida a R$ 4,39.

De acordo com os funcinários do posto, não há previsão para mais abastecimento na rede.