Guarapuava, 19 de janeiro de 2020
Cotidiano

Com música e interação, o evento apresentou aos pais e familiares alguns valores ensinados pelo programa. Em Guarapuava, 21 escolas receberam os policiais militares, que trabalhavam com as turmas de primeiro e quinto ano

-

Animação e muita alegria encheram o Centro de Convenções e Eventos Vittace nesta quarta-feira (11).

Mais de 1300 crianças, de escolas municipais e particulares, participaram da formatura do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência).

“O Proerd eleva o conhecimento de não ao álcool, às drogas, e ao vandalismo, mas também ensina a empatia, tolerância, boa convivência, estimulando o perdão e as boas amizades. Que essas crianças possam levar tudo isto, pois a vida é feita das nossas melhores escolhas, com a família e amigos. Não tenho dúvida de que estamos construindo um caminho sólido e bem pavimentado para nossa cidade porque elegemos a educação como caminho para que a cidade se desenvolva", exaltou o prefeito Cesar Silvestri Filho, ao prestigiar o evento.

Com música e interação, o evento apresentou aos pais e familiares alguns valores ensinados pelo programa. Em Guarapuava, 21 escolas receberam os policiais militares, que trabalhavam com as turmas de primeiro e quinto ano. “Temos a responsabilidade em orientar nossos alunos quanto à prevenção do uso de drogas e o combate à violência. As escolas refletem o compromisso das famílias em auxiliar as crianças nessa jornada e, por isso mesmo, a presença e participação dos pais é fundamental neste momento”, afirmou a secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy.

Prefeito Cesar Filho compareceu ao evento (Foto: Secom)

ORIGEM

Iniciado em 1983, nos Estados Unidos, o Proerd vem conquistando os pequenos guarapuavanos desde 2001. “O Proerd trabalha em conjunto com a Polícia Militar, a escola e a família, que é a base de tudo. Os policiais visitam as escolas durante três meses em encontros que dão ênfase na prevenção de drogas e álcool, como reagir em situações de pressão dos colegas, bullying, combate a violência e principalmente, a ter um estímulo em ser um bom cidadão, ajudando uns aos outros”, declarou o comandante da 5ª Companhia de Batalhão da Patrulha Escolar Comunitária, Paulo Cesar Marcondes.

O reflexo dos bons princípios pôde ser visto nas premiações. Os alunos receberam medalhas pelas brilhantes redações e certificados de destaque de cada escola. Na Escola Pedro Itararé, o aluno destaque foi o Matheus de Almeida Pacheco, que estava extasiado ao receber o certificado. “Foi muito legal, não imaginava que ia ganhar! Aprendi muitas coisas legais”, contou o aluno do quinto ano. Para a mãe de Matheus, Rosângela de Almeida, o momento foi de muito orgulho. “Eu fico muito feliz! Isto é muito importante pois é uma força a mais ao que ensinamos em casa. Aprendizados que eles podem levar para vida toda”, declarou a mãe.

Veja Também