Guarapuava, 17 de December de 2018
Entretenimento

-
O terceiro feriado prolongado seguido registrou novas mortes e excessos dos motoristas nos mais de 4 mil quilômetros de rodovias federais no Paraná. A Operação Dia do Trabalho, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), flagrou 509 manobras de ultrapassagens proibidas e capturou imagens de 6.716 veículos acima da velocidade máxima permitida. Durante os quatro dias de operação, 11 pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais do estado. Outras 83 saíram feridas. A PRF atendeu 104 acidentes. Os dados foram divulgados na manhã de hoje (2). Entre sexta-feira (28) e segunda-feira (1º), os agentes da PRF flagraram ainda 163 pessoas sem cinto de segurança e 18 crianças sem a cadeirinha ou com o equipamento instalado de maneira incorreta. Outros 83 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas. As causas dos acidentes que resultaram em vítimas mortas foram a desatenção de motoristas e pedestres, o excesso de velocidade e as ultrapassagens proibidas. A PRF apreendeu ainda 325 quilos de maconha durante a Operação Dia do Trabalho no Paraná. 01 PERFIL O acidente mais grave da Operação Dia do Trabalho 2017 aconteceu na noite de segunda-feira (1º), em Alto Paraná, na região noroeste do estado. Um caminhão carregado com madeira que transitava pela BR 376 invadiu a faixa contrária e bateu de frente contra um carro com três ocupantes. Todos os ocupantes do carro, de 51, 55 e 59 anos de idade, morreram no local. O motorista do caminhão, que também morreu, ainda não identificado. Das 11 mortes, sete (63,6%) ocorreram em colisões frontais, que têm como uma das principais causas a ultrapassagem proibida. Dos sete acidentes que resultaram em mortes, cinco ocorreram à noite ou de madrugada e vitimaram fatalmente nove pessoas. Todos os acidentes com mortes ocorreram em pista seca e em trechos de retas. MANIFESTAÇÕES O primeiro dia da Operação Dia do Trabalho (28) foi marcado por diversas interdições em rodovias federais no Paraná. Mais de 1,7 mil pessoas interditaram sete pontos do estado. A PRF conseguiu desobstruí-los sem a necessidade de confronto com os manifestantes em interdições que duraram de 10 minutos a seis horas e meia. ****Com informações de assessoria Fotos: Ilustrativa/Assessoria PRF