Guarapuava, 14 de novembro de 2019
Região

Uma briga generalizada teria dado sequência a um princípio de rebelião na delegacia de Polícia Civil. De acordo com a PM, as equipes se deslocaram até a rua XV de Novembro na tarde desta quinta-feira (17), por volta das 17h

-

Equipes da Polícia Militar (PM) que compõem o Choque e a Rotam ajudaram a conter uma rebelião carcerária em Pinhão, na tarde desta quinta-feira (17), na delegacia de Polícia Civil.

De acordo com informações da PM, uma briga generalizada teve início na carceragem, e na sequência, um princípio de rebelião.

As equipes fizeram inspeções em quatro celas; dos 25 detidos que estavam no local, apenas um negou-se a sair da cela, sendo necessário um disparo de espingarda efetuado por policiais que não atingiu o detido. Ele liberou a cela, sendo encaminhado ao pátio.

Após a contenção de todos os detentos, os agentes penitenciários do Departamento Penitenciário (Depen) realizaram revistas nas celas. Dos quatro envolvidos na briga que teria causado o princípio de rebelião, três foram transferidos, sendo que um deles foi encaminhado para o “seguro” da delegacia, como consta no relatório divulgado pela PM.

Os outro detentos retornaram para as celas após a revista feita pelo Depen.

Veja Também