Economia

Em 10 dias, preço da gasolina comum caiu 5% em Guarapuava

O preço médio da gasolina comum é de R$ 4,301 na ‘terra do lobo bravo’, conforme dados fornecidos até as 16h desta quarta. Ou seja, o motorista gasta pelo menos R$ 4,09 para abastecer um litro em seu veículo; e paga no máximo R$ 4,79 pela mesma quantidade
(Foto: Arquivo/Correio)

No espaço de dez dias, o preço médio da gasolina comum vendida em Guarapuava caiu 5%. O número é resultado do levantamento do CORREIO com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e do aplicativo para smartphone Menor Preço/Nota Paraná.

Na mais recente pesquisa da ANP, feita em 29 de outubro, o motorista guarapuavano pagava um valor médio de R$ 4,528 pelo litro da gasolina comum nos postos de combustível. O levantamento ainda revelava que o preço mais barato era de R$ 4,290/litro; e o mais caro, R$ 4,690/litro.

Entre o dia 29 de outubro e a tarde desta quarta-feira (7 de novembro), ocorreu uma queda no valor praticado na bomba de gasolina em Guarapuava. Como uma nova rodada da pesquisa da ANP ainda não foi divulgada, a reportagem se baseou no Menor Preço/Nota Paraná para conferir os preços recentes. Disponível gratuitamente nos aparelhos do tipo smartphone, o aplicativo é atualizado a todo o momento graças às notas emitidas pelos estabelecimentos comerciais em todo o Paraná.

Desse modo, o preço médio da gasolina comum é de R$ 4,301 na “terra do lobo bravo”, conforme dados fornecidos até as 16h desta quarta-feira. Ou seja, o motorista gasta pelo menos R$ 4,09 para abastecer um litro em seu veículo; e paga no máximo R$ 4,79 pela mesma quantidade do combustível derivado de petróleo.

(Imagem meramente ilustrativa/Arquivo/Correio)

QUEDAS

A queda do preço em Guarapuava ocorre num contexto de cortes feitos pela Petrobras.

Por exemplo, a companhia anunciou nesta quarta-feira (7) a redução de 0,48% no preço da gasolina em suas refinarias. O litro do combustível, que hoje é vendido a R$ 1,7165, passará a ser negociado a R$ 1,7082 a partir desta quinta (8), uma redução de menos de um centavo por litro.

Essa é a 13ª queda consecutiva no preço da gasolina, desde que ela atingiu o valor de R$ 2,2514 por litro em setembro. A queda acumulada no preço desde 25 de setembro chega a 24,13%, de 54 centavos por litro.

Somente em novembro, o preço da gasolina nas refinarias acumula queda de 8,28%.

No entanto, o repasse dos reajustes da Petrobras aos consumidores depende de distribuidores, revendedores, impostos, além da mistura obrigatória de etanol anidro na composição da gasolina vendida nos postos.