Segurança

Dicas da Polícia Militar contra golpes de estelionato

Bilhete premiado, conto do paco, herança, falso sequestro e troca de cartão em caixa eletrônico são alguns exemplos dos golpes
Ilustrativa

A Secretaria de Estado da Segurança Pública, através do 16º Batalhão de Polícia Militar, alerta as pessoas com algumas dicas sobre como se prevenir contra golpes de estelionato. Bilhete premiado, conto do paco, herança, falso sequestro e troca de cartão em caixa eletrônico são alguns exemplos dos golpes.

O crime de estelionato vem sendo aplicado no país inteiro e alguns casos também estão ocorrendo com frequência na região. Nesta segunda-feira (04), um homem caiu no conto do paco em Guarapuava (leia aqui). O 16º BPM forneceu algumas dicas contra esses golpes que são aplicados geralmente nesta época do ano.

1. Suspeite de pessoas que ofereçam prêmios tentadores (bilhetes premiados de loterias, joias, recompensas, prêmios fáceis, etc.). Desconfie de dinheiro e ganho fácil;
2. Se encontrar objetos, folha de cheques, cartões ou carteiras na rua, solicite imediatamente o apoio da PM para o devido registro. Muitas vezes os golpistas usam esse momento para enganar as pessoas, oferecendo falsas recompensas.
3. Desconfie de prêmios que chegam pelo celular, geralmente com DDD de outro estado. Neste caso, as pessoas empolgadas retornam para o telefone que está na mensagem e realizam depósitos em dinheiro para liberação do “suposto prêmio”.
4. Ao retirar dinheiro do banco, guarde-o com cuidado em local discreto. Não conte dinheiro em público. Saindo do banco, certifique-se de que não está sendo seguido;
5. Nunca exiba grande quantidade de dinheiro perante outras pessoas. Separe previamente a quantia necessária para as suas despesas diárias;
6. Evite que idosos andem desacompanhados por locais desertos ou por ruas de comércio muito movimentadas, alertando-os para que tomem cuidado com os "contos do vigário", praticados por marginais bons de conversa. Cuidado especialmente com pessoas que oferecem terrenos em locais distantes, planos de aposentadoria, joias achadas na rua, curas milagrosas, correntes, alianças de ouro, etc.;
7. Evite a ação de ladrões não ostentando celulares, correntes ou joias em locais movimentados;
8. Não carregue consigo objetos de valor, cartões de crédito ou todos seus documentos, se não houver absoluta necessidade;
9. A ambição desmedida do lucro fácil favorece a isca preparada pelos vigaristas. Não se deixe levar por ofertas fabulosas e “negócios da China”;
10. Tenha cuidado com negócios muito vantajosos que surgem da noite para o dia.

O 16º BPM também orienta as pessoas que estelionatários costumam se passar por pessoas influentes e bem vestidas, a fim de buscar proximidade com as vítimas em que tentam aplicar o golpe. Tendo sempre como justificativas causas sociais e filantrópicas, ou situações de urgência envolvendo a saúde de alguém, os criminosos solicitam a contribuição de valores que geralmente estão entre mil e 2,5 mil reais. Durante as abordagens, eles também citam nomes de membros da família ou amigos da vítima para demonstrar intimidade. Em caso de dúvidas, ligue imediatamente para a PM pelo 190.