Cultura

Crianças realizam apresentação teatral sobre a dengue

O projeto Oficinas de Teatro da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social começou em janeiro deste ano e desde então atende cerca de 300 alunos
(Foto: Assessoria)

Na terça-feira (10), as crianças que participam das oficinas de teatro no Cras IV (Centro de Referência de Assistência Social), do Boqueirão, realizaram uma apresentação teatral para os atendidos pelo Cras I, do bairro Xarquinho. Diferentemente de outros teatros infantis, em que princesas e heróis dominam a cena, as crianças abordaram de uma forma mais leve e lúdica um tema real, presente na sociedade e por muitas vezes em suas realidades.

"Essas oficinas de teatro estão sendo uma grande ferramenta no fortalecimento de vínculos das crianças. Estamos presenciando dia a dia uma melhora nas relações delas com a sociedade e isso é muito gratificante. Nossa Secretaria vai continuar apoiando oficinas, projetos e ações que proporcionem o bem-estar de nossas crianças guarapuavanas", afirmou o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Ari Marcos Bona.

De acordo com o coordenador das Oficinas de Teatro, Jones Guerra, atualmente no projeto as crianças estão trabalhando o teatro jornal. "Essa técnica é feita por meio de uma seleção de reportagens de jornais, realizadas pelos próprios atores mirins, na qual o aluno escolhe uma das matérias e transforma em uma linguagem teatral. Na apresentação de hoje, exploramos uma linguagem telejornalística de apresentação, com âncoras, repórteres e fantoches", explica Jones.

Apresentação ocorreu na terça-feira (Assessoria)

Eloá Santos Tomé, 11 anos, participou da apresentação do telejornal como âncora. “Fui apresentadora do jornal e expliquei quais são os sintomas e como as pessoas podem se prevenir da dengue. Foi muito legal, gostei de participar", contou Eloa, que participa da oficina de teatro no Cras Boqueirão. No final da apresentação, os alunos receberam um material informativo sobre Dengue, Zica Vírus e Chikungunya, na qual são incentivados a proteger a sociedade dos perigosos mosquitos. "Nossa intenção agora é realizar um InterCras, onde as crianças irão apresentar sua peça para outras que também participam do projeto em outras instituições da cidade”, enfatiza Jones.

PROJETO

O projeto Oficinas de Teatro da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social começou em janeiro deste ano e desde então atende cerca de 300 alunos, que são divididos em 13 turmas em toda a cidade e nos distritos Entre Rios, Palmeirinha, Guará e Guairacá.

O objetivo do projeto é fortalecer vínculos, ou seja, fazer com que a criança, no contra turno escolar possa ter um atividade prazerosa, como o teatro. Durante as oficinas assuntos como abuso sexual, uso de drogas, empatia, paz e amizade, são abordados de forma psicopedagógica e transformados em uma releitura mais leve, com o intuito de conscientizar e informar as crianças.