Esporte

Batel inicia sua trajetória na ‘Terceirona’ 2017 nesta quinta-feira (12)

O representante guarapuavano estreia nesta quinta-feira (12), feriado nacional, na 'Terceirona' 2017. Jogo será no estádio Waldomiro Gelinski, contra o Rolândia
Batel estreia em seu estádio, o WG (Foto: Arquivo/Correio)

Enfim, chegou o grande dia em 2017 para a Associação Atlética Batel (AA Batel). Depois de quase 50 dias de preparação, o time comandado pelo técnico Marcelo H. do Ó faz a sua estreia nesta quinta-feira (12), feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida.

Jogando em casa, no Estádio Waldomiro Gelinski (WG), o rubro-negro recebe o Rolândia Esporte Clube (REC), às 15h30, em partida válida pela rodada de abertura do Campeonato Paranaense da Terceira Divisão 2017. Depois de ficar paralisada por um mês, em razão de um imbróglio judicial envolvendo outros dois clubes, a “Terceirona” inicia para os nove times inscritos: Arapongas, Batel, Cambé, Grecal, Independente, Rolândia, Sport (Campo Mourão), União Nova Fátima e Verê.

Particularmente, o rubro-negro guarapuavano põe em prática o planejamento de chegar em 2019 até a elite do futebol paranaense. A diretoria batelina e a sua comissão técnica ambicionam conquistar o inédito título de campeão da “Terceirona” em 2017, subindo consequentemente para a Divisão de Acesso no ano seguinte. E, depois, o tão sonhado acesso à “Primeirona”, onde estão Atlético-PR, Coritiba, Paraná, Maringá, Londrina, entre outros.

“É um trabalho de três anos para deixar uma base. Portanto, o projeto é a longo prazo, revelando jogadores e estruturando economicamente o Batel”, disse o técnico rubro-negro Marcelo, em entrevista recente ao CORREIO.

Nesta quarta-feira (11), o “professor” Marcelo fez os últimos treinos com o elenco batelino, no Waldomiro Gelinski. Mantendo o mistério, o treinador não quis confirmar a escalação da equipe que inicia a partida contra o Rolândia.

ADVERSÁRIO

Estreante em competições profissionais, o Rolândia surge como um dos favoritos ao acesso de divisão, na visão de Marcelo H. do Ó. “Além do próprio Batel, eu coloco o Independente, de São José dos Pinhais, e o Rolândia como as equipes que melhor se prepararam para disputar o campeonato”.

Apesar dos conhecidos problemas financeiros do clube, o “professor” põe o representante guarapuavano como um time com coesão e base. “É uma equipe bem competitiva, mas sabemos que o campeonato é difícil. Os outros times se prepararam”, acrescentando também o Verê.

Após série de amistosos, Batel joga pra valer amanhã (12)

NORTE

Com jogos no meio e fim de semana, o Batel terá uma sequência desgastante na primeira fase da “Terceirona”. Inclusive, o rubro-negro de Guarapuava tem uma “série nortista” nas primeiras rodadas.

Alternando jogos dentro e fora de casa, o Batel encara inicialmente três clubes oriundos da região Norte do Estado: Rolândia (nesta quinta-feira, no WG), Cambé (no domingo, dia 15, fora de casa) e Arapongas (dia 18, no WG).

RODADA

Na primeira rodada, todos os jogos ocorrem neste feriado, no mesmo horário das 15h30: Independente x União de Nova Fátima, em São José dos Pinhais; Verê x Cambé, em Verê; Batel x Rolândia, em Guarapuava; e Sport x Arapongas, em Campo Mourão. O Grecal folga na rodada.

INGRESSOS

Para a partida Batel x Rolândia, os ingressos antecipados para arquibancada custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia); já na área com cadeiras, R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Como a data de 12 de outubro é Dia das Crianças, a diretoria batelina já avisou que tem promoção especial: até 10 anos de idade, a entrada é livre para os torcedores.

Os ingressos podem ser adquiridos no Estádio Waldomiro Gelinski, até as 18h desta quarta-feira (11); e, no dia do jogo, a partir de 9h.

Mulheres, crianças de 6 a 12 anos, estudantes com carteirinhas 2017, idosos acima de 60 anos e doadores de sangue tem direito a meia-entrada.