Guarapuava, 23 de maio de 2019
Esporte

Atual campeão da Terceira Divisão, o Guerreiro do Norte é um dos representantes de Rolândia no Campeonato Paranaense da 2ª Divisão em 2019

-

Qual será o adversário do Batel nesta quinta-feira (18 abril)? O Nacional que perdeu a primeira partida? Ou o Nacional que vem embalado e líder da Segundona 2019?

A 3ª rodada do Campeonato Paranaense da 2ª Divisão, disputada no domingo passado (14 abril), revelou uma oscilação entre os participantes da competição. Quem havia perdido antes, ganhou; e quem estava invicto, perdeu.

Mas o tradicional Nacional Atlético Clube (NAC) se mantém estável. Depois de um revés na estreia – 2 a 1 para o Independente São Joseense -, o clube de Rolândia (Norte do Paraná) venceu as duas partidas seguintes: 3 a 1 em cima do Paranavaí; e 6 a 0 contra o Iraty.

Aliás, a humilhante goleada aplicada no Azulão iratiense é tipo “café com leite”, ou seja, não serve de parâmetro. É que o Iraty pôs em campo apenas nove jogadores na partida disputada no Estádio Érich Georg, em Rolândia, no último domingo (14 abril).

Em entrevista ao jornal Folha de Londrina, o presidente do NAC, José Danilson, avaliou que a partida contra a Associação Atlética Batel (AA Batel), programada para quinta-feira (18 abril) pela 4ª rodada, é que servirá para testar a sua equipe.

Por enquanto, a Divisão de Acesso está embolada, com quatro times dividindo a liderança: Nacional, Apucarana, Prudentópolis e União. Todos têm 6 pontos, mas o NAC se sobressai pelos critérios de desempate.

Jogadores comemoram título da Terceirona em 2018
Em 2018, os jogadores do Nacional levantaram o caneco da Terceirona (Foto: Arquivo/FPF)

HISTÓRICO

Fundado em 1947, o Nacional Atlético Clube (NAC) é um dos clubes mais tradicionais do interior do Paraná. Mas, como é de praxe no futebol estadual, vive numa gangorra no Campeonato Paranaense.

Depois de figurar na Primeira Divisão em 2014, o Guerreiro do Norte foi rebaixado após disputar o antigo Torneio da Morte. Em seguida, a diretoria rolandense pediu licença de um ano das competições.

Como não disputou a Segunda Divisão, o Nacional teve de retornar ao futebol pela Terceirona. No entanto, segundo o jornal Folha de Londrina, o clube só conseguiu participar do campeonato depois de entrar com uma ação judicial contra a Federação Paranaense de Futebol (FPF).

No ano passado, o Nacional foi campeão da Terceira Divisão em cima do Apucarana Sports, sendo que ambos conquistaram o acesso. Curiosamente, o técnico campeão, Índio Ferreira, está à frente da equipe da Cidade Alta em 2019.

E o NAC é comandado por Vavilson José dos Santos, treinador que estava justamente no Apucarana em 2018.

Já a torcida em Rolândia está dividida entre NAC e Rolândia Esporte Clube (REC), os dois clubes que representam o município na Segundona deste ano. Na primeira fase do campeonato, tem um dérbi marcado para o próximo dia 24 de abril.

ADVERSÁRIOS

O jogo entre Nacional e Batel será nesta quinta-feira (18 abril), em Rolândia, no Estádio Érich Georg, às 15h30.

Na rodada seguinte, o Batel enfrentará o REC em Guarapuava, no domingo de Páscoa (21 abril), às 15h30.

Veja Também