Guarapuava, 15 de December de 2018
Esporte

O técnico batelino Dudu Sales encerra as atividades deste ano nesta sexta-feira (7); depois, o trabalho em campo retoma somente ao final de janeiro do ano que vem

-
Por enquanto, Batel tem um time base para 2019 (Foto: Arquivo/Correio)

Antes agendado para o próximo dia 9 de dezembro (aniversário de Guarapuava), o primeiro amistoso da nova fase da Associação Atlética Batel (AA Batel) ficou mesmo para o ano que vem. Provavelmente a partir de fevereiro, pois o plantel de jogadores inicia os trabalhos em campo somente em 21 de janeiro.

Segundo o técnico batelino Dudu Sales, a decisão de adiar a série de jogos preparatórios foi a mais acertada. “Até pelo fato da gente estar em formação, alguns atletas tiveram problemas de lesão... enfim, a gente vai dar uma segurada pra que volte todo mundo em janeiro pra fazer alguns amistosos melhores”, diz, em entrevista ao CORREIO.

Inclusive, um jogo neste mês de dezembro poderia criar uma falsa expectativa no torcedor guarapuavano. Afinal, o time do Batel ainda está em fase de montagem e tem apenas uma base formada com atletas do Sub-19 e alguns profissionais (remanescentes de 2018).

A comissão técnica rubro-negra ainda precisa avaliar sete jogadores que foram selecionados na 1ª Clínica de Futebol e aguarda a vinda de reforços em 2019. Tudo para deixar o time pronto antes da estreia no Campeonato Paranaense da Segunda Divisão, que deve iniciar em meados de abril do próximo ano.

AMISTOSOS

Provavelmente em fevereiro de 2019, o Batel deva fazer alguns amistosos preparatórios à Segundona. “A gente pretende fazer os amistosos um pouco mais puxados, mais fortes”, conta Dudu Sales, adiantando que existe a possibilidade de enfrentar adversários da região de Guarapuava.

Mas, segundo ele, é a diretoria batelina e o novo gerente de futebol (cujo nome ainda não foi anunciado) que decidirão o período de amistosos.

Treinos do Batel continuam até sexta-feira (7), sob o comando do técnico Dudu

GRUPO

Dudu tem se surpreendido positivamente com o grupo de jogadores durante os treinos trabalhados nas últimas semanas. Nesse período, ele já conseguiu esboçar na cabeça um time base com atletas oriundos do Sub-19 (que disputaram o campeonato estadual em 2019), profissional (remanescentes) e alguns jogadores selecionados na 1ª Clínica de Futebol.

“Acho que se a gente vir com mais algumas peças importantes, a gente vai dar trabalho”, referindo-se à Segundona 2019. Ele já tem uma base que não deve ser mexida, com aproveitamento dos jovens talentos do Batel. “Eu falo pra eles: a oportunidade foi dada. É agarrar essa oportunidade”.

ESTREIA

O arbitral da Federação Paranaense de Futebol (FPF) será apenas em janeiro de 2019, mas é provável que a Segundona 2019 inicie em meados de abril. Portanto, o Batel teria de 70 a 75 dias de preparação com o elenco quase completo, pois o trabalho em campo inicia ao final do primeiro mês do ano que vem.

Além do comandante Dudu Sales, a comissão técnica do Rubro-Negro da Baixada é formada hoje por mordomo, preparador físico e auxiliar técnico. O preparador de goleiros será definido apenas em janeiro.


Veja Também