Esporte

Atleta da Superliga de Vôlei vai disputar torneio por Guarapuava

O guarapuavano Wiliam Gabriel Doardo, ponteiro do Vôlei Renata, começou sua carreira ainda durante a infância na ‘terra do lobo bravo’
Jovem atleta guarapuavano (Foto: Cristiano Martinez/Correio)

Com a experiência de dividir as quadras com atletas de nível internacional e de enfrentar equipes tradicionais pelo Brasil, o ponteiro Wiliam Gabriel Doardo (21 anos) retorna a Guarapuava para integrar a seleção municipal na divisão B dos Jogos Abertos do Paraná (JAPs), que serão realizados entre os dias 7 e 10 de junho, em Laranjeiras do Sul (PR).

Atualmente ele é atleta da equipe Vôlei Renata, de Campinas (SP), que chegou às quartas de final da temporada 2017/2018 da Superliga de Vôlei. Aproveitando o recesso no calendário, ele foi convidado pelo técnico Jefferson Christhiano Batista para disputar o torneio, que foi faturado pelos guarapuavanos em 2017.

“Ele tem a experiência de jogar contra o melhor vôlei do mundo, como a equipe do Cruzeiro [de Minas Gerais]. Então é muito bom para Guarapuava”, acredita Jefferson, que pontua que o município possui muitos atletas de qualidade.

CARREIRA

Com altura propícia para o esporte (1,96m), Wiliam começou seus passos no vôlei aos 13 anos. O seu interesse surgiu quando fez uma seleção de atletas através do Projeto Bernardinho. “Comecei a jogar e fiquei uns três anos, até que passei para uma equipe principal aqui em Guarapuava”, conta.

Contudo, foi em 2013 que os seus planos começaram a mudar. Para poder disputar o Campeonato Paranaense de Vôlei, ele se mudou para o município de São José do Ivaí, onde permaneceu por pouco mais de um ano. Depois, seguiu para Curitiba.

A decisão de se tornar um atleta profissional veio em 2015, quando Wiliam fez um teste para jogar pela atual equipe do Vôlei Renata, que defende desde então.

“Cheguei a jogar ao lado do Maurício de Souza, que foi campeão olímpico, do Tiago Brendle e do [Leandro] Vissotto. São peças importantes do vôlei nacional”, conta. O último foi campeão mundial pela Seleção Brasileira em 2010.

DIVISÃO B

De acordo com Jefferson, o cenário do vôlei masculino em Guarapuava está evoluindo. Em 2017 a equipe guarapuavana foi campeã na divisão B dos JAPs, e a expectativa é que o saldo também seja positivo neste ano.

“Nós vamos começar a preparação a partir da semana que vem, com os treinos técnicos, táticos e físicos. Vamos iniciar os treinos e selecionar os atletas”, explica. Se a equipe guarapuavana passar da fase regional, vai disputar a fase final, enfrentando equipes de todo o Paraná.