Guarapuava, 10 de dezembro de 2019
Cultura

Com edital aberto até o próximo dia 31 de julho, a Academia de Letras, Artes e Ciências de Guarapuava pretende selecionar novos confrades e confreiras para as cadeiras de números 23, 39 e 40

-

Três cadeiras. A Academia de Letras, Artes e Ciências de Guarapuava (Alac) está com inscrições abertas para o preenchimento de cadeiras em sua composição. O processo é para sucessão dos acadêmicos eméritos resignatários: Waldemar Feller, fundador da cadeira número 23; Giocondo Fagundes, fundador da cadeira 39; e Ary de Oliveira Júnior, fundador da cadeira 40.

Até o próximo dia 31 de julho, os interessados podem encaminhar seu curriculum vitae (documentado) na sede da Alac (rua Senador Pinheiro Machado, 1.827), das 14h às 17h. As vagas serão preenchidas conforme disposição do Estatuto e Regimento Interno.

Segundo o presidente da entidade, o professor doutor Cláudio Cesar de Andrade, o processo de sucessão de cadeiras disponíveis na Alac é feito por uma comissão montada para dirigir os trabalhos. As novas vagas surgem a partir do falecimento de um confrade ou confreira, e ainda pela “renúncia formal ou tácita de confrades e confreiras à dignidade da cadeira”, explica.

“A comissão redige o edital, determina sua publicação e divulgação e aguarda a pretensão de novos e novas ocupantes da dignidade das cadeiras disponíveis de acordo com as disposições dos artigos e parágrafos do Estatuto e Regimento Interno que prevê os seguinte requisitos de forma pública: ter idade mínima de 45 anos completos; ser domiciliado em Guarapuava; comprovar produção intelectual de mérito e ter compromisso com as atividades acadêmicas”, explica o presidente.

Andrade acrescenta ainda que a eleição do membro efetivo é realizada por escrutínio secreto, considerado eleito ou eleita quem tiver recebido voto favorável da maioria absoluta dos membros efetivos da Alac.

Em instituições como a Academia Brasileira de Letras (ABL), o processo inclui até mesmo uma espécie de “campanha” dos candidatos interessados a uma das cadeiras. No caso da Alac, o presidente esclarece que já houve mais pretendentes do que vagas disponíveis. “Mas nunca houve campanha explícita para tanto. A escolha é feita, de fato, pelo mérito do (a) pretendente”.

PRAZOS

O presidente Cláudio Cesar de Andrade frisa que o edital de sucessão estará aberto até 31 de julho de 2018 para as cadeiras de número 23, 39 e 40.

PROJETOS

À frente da Academia desde 2017, Andrade consolida o bom trabalho de gestões passadas. “Reconhecemos a construção de importantes espaços materiais e imateriais. Temos projetos menores e maiores a serem atingidos em seu devido tempo”.

Consultando confrades e confreiras, o presidente tomou para si o desafio de organizar uma importante publicação coletiva, “compartilhando à comunidade em geral nossas percepções sobre as pessoas e a sociedade para um bom viver que considere a cultura de modo geral como pano de fundo”, finaliza.

ENTENDA

Fundada em 24 de novembro de 2001, a Academia de Letras, Artes e Ciências de Guarapuava (Alac) é composta de 40 membros efetivos domiciliados e residentes na “terra do lobo bravo”.

A sociedade vem sendo mantida pelas contribuições dos sócios fundadores e apoio da comunidade.

Os acadêmicos fundadores e sucessores vêm implementando ações de apoio à literatura, cultura, artes e ciências no município de Guarapuava e região.

Também fazem parte das ações da Academia, as iniciativas de reconhecimento aos cidadãos que contribuíram e que contribuem de maneira expressiva para o desenvolvimento econômico, científico, social e cultural de Guarapuava.

Enfim, a Academia tem por finalidade o cultivo, a preservação e a divulgação do vernáculo e da literatura da arte e da ciência.

SERVIÇO

Para mais informações sobre o processo de seleção da Alac, entre em contato pelo site da instituição. O edital de seleção e a ficha de inscrição estão disponíveis AQUI.

A Academia fica localizada em um prédio histórico, na rua Senador Pinheiro Machado, 1.827, Centro, em Guarapuava.

Veja Também