Esporte

Abertura das Olimpíadas Estaduais das Apaes mostra o respeito às diferenças

Realizadas a cada três anos, as olimpíadas seguem até quinta-feira (13). São cerca de 1.200 atletas e professores divididas em 25 delegações
(Foto: Secom/Prefeitura)

Enfatizando o respeito às diferenças, a Feapaes (Federação Estadual das Apaes) abriu a XXI Olimpíadas Estaduais das Apaes, no último sábado (8), no Ginásio Municipal Joaquim Prestes. O evento teve o apoio da Secretaria de Esportes e Recreação de Guarapuava.

“O sentimento é de emoção, orgulho e dever cumprido. Fizemos o que foi necessário para que essa noite fosse tão especial quanto está sendo. Espero que esse evento fique marcado na memória de cada um de vocês. Guarapuava será ainda melhor depois dessas olimpíadas e com tudo o que vocês têm a nos ensinar. Por isso, digo aos nossos atletas, familiares e professores: vivam o amor, que é o que vocês representam”, afirmou o prefeito Cesar Silvestri Filho.

A Felchak Produções e alunos da Apae de Guarapuava fizeram da abertura um grande espetáculo, com danças, acrobacias e muita emoção. A apresentação girou em torno de uma estrelinha que se sentia excluída em meio ao universo, mas que tinha o fundamental para sentir-se melhor: amigos que a amavam. O espetáculo terminou com uma frase que passou a essência da noite. “Aquela estrela que caiu do céu, caiu por algum motivo. Perfeita como é, por onde passar deixará sua luz. Mas isso, só se pode ver com o coração”.

A presidente da Apae de Guarapuava, Márcia Cristina Faria, ressaltou a importância de lutar por inclusão e políticas públicas para as Apaes. “Nós só temos a agradecer a todo o apoio para a realização deste evento em Guarapuava. Será marcante para todos”, enfatizou.

O prefeito de Guarapuava, Cesar Filho, durante a abertura (Secom/Prefeitura)

PARTICIPANTES

Realizadas a cada três anos, as olimpíadas seguem até quinta-feira (13). São cerca de 1.200 atletas e professores divididas em 25 delegações, que disputam diversas modalidades, como atletismo, badminton, golf 7, futsal, futebol 7, Natação, xadrez, tênis de mesa, capoeira, basquetebol e handebol.

Jonatas Ceruitti, 19 anos, veio de Dois Vizinhos para participar e fazer novos amigos. “Vim jogar futsal e estou gostando muito da cidade. Eu ainda não conhecia Guarapuava”, disse.