Saúde

Encontro busca dar voz às pessoas com Down     

O piquenique é organizado em comemoração ao Dia internacional da Síndrome de Down, que será na próxima quarta-feira (21); atividade será neste domingo (18), a partir das 14h no Parque das Araucárias
(Foto: Arquivo/Correio)

Neste domingo (18) será realizada a segunda edição do Piquenique Down, que busca, além de fortalecer a luta contra o preconceito, reunir as famílias e mostrar para a sociedade que a Síndrome de Down é apenas uma alteração genética, e não é uma doença.

De acordo com Emylaine de Paula Morais, uma das organizadoras, a primeira edição contou com cerca de 15 famílias com crianças com Down, totalizando mais de 150 pessoas entre familiares, amigos e simpatizantes da causa.

“A ideia surgiu de última hora, mas mesmo assim se tornou uma tarde super agradável com muita conversa, diversão, troca de experiências e novas amizades. Repercutiu de uma maneira muito positiva para nós”, explica, pontuando que a expectativa para este ano é que ainda mais pessoas prestigiem o encontro.

LUTA

As principais bandeiras levantadas pelas famílias participantes é o fim do preconceito, que infelizmente ainda é uma realidade na vida de quem possui Down, e a inclusão dessas pessoas na sociedade. “A importância das famílias estarem em contato é saberem que não estão sozinhas”, acredita.

Emylaine explica que a falta de informações sobre a Síndrome de Down ainda é a principal barreira enfrentada. Isso resulta, por exemplo, na falta de profissionais especializados na condição em Guarapuava.

“A maioria das famílias acaba tendo que ir para Curitiba. Essa é uma grande dificuldade”, lamenta, mas vê que o cenário pode mudar com a inauguração do Hospital Regional e do Centro de Especialidades no município.

Cerca de 15 famílias participaram da primeira edição (Foto: Redação)

Ela explica as famílias querem formar uma instituição organizada ou a extensão de alguma já existente, para fortalecer e dar voz às pessoas quem têm a condição.

APAE

Hoje, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) é a principal referência no atendimento de crianças com Síndrome de Down em Guarapuava.

Segundo Emylaine, as crianças têm acesso a tratamentos de fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, psicologia, equoterapia, hidroterapia e também oferece suporte às famílias através da assistência social.

“A Apae é muito importante, pois a estimulação precoce para as crianças é essencial”, completa a organiadora.

SERVIÇO

O 2° Piquenique Down será realizado neste domingo (18), a partir das 14h no Parque das Araucárias.