Guarapuava, 12 de dezembro de 2019
Segurança

O lançamento da operação também foi feito nas principais cidades do Estado pelas unidades de área da PM. Em Guarapuava, o trabalho policial durante a Operação está sendo feito com radiopatrulha, a pé ou policiamento em motocicletas

-

As ruas de Guarapuava ganham reforço no policiamento nesse final de ano. É que, nesta segunda-feira (2), teve início a Operação Natal 2019 em todo o Paraná.

No 16º Batalhão de Polícia Militar (16º BPM), o lançamento ocorreu na Praça 9 de Dezembro, em cerimônia dirigida pelo comandante da unidade, o major Cristiano Cubas.

Segundo ele, a operação transcorrerá ao longo deste mês nos horários de funcionamento do comércio guarapuavano, incluindo também o período especial em que as lojas estarão abertas à noite. “Estaremos trabalhando com nosso efetivo operacional da 1ª companhia, nosso setor técnico e administrativo, Choque e Rotam. Tudo isso para tentar mobiliar a nossa cidade, principalmente na área comercial, evitando aqueles furtos, aqueles roubos, aquelas situações que tanto incomodam as pessoas de bem quando vão comprar seus presentes natalinos”.

Nesse sentido, Cubas reforça que o trabalho policial durante a Operação está sendo feito com radiopatrulha, a pé ou policiamento em motocicletas.

Para trabalhar na Operação Natal, o comandante informa que foram mobilizados 60 policiais militares, em sistema rotativo, com escalas diárias.

O aumento do policiamento é uma constante no final do ano devido a maior circulação de dinheiro por conta do pagamento do 13º salário de grande parte da população, somada ainda ao aumento do fluxo de pessoas nas lojas, bancos e lotéricas, o que demanda maior atenção das forças de segurança.

CUIDADOS

Além do trabalho preventivo e ostensivo da Polícia Militar, o comandante Cubas recomenda que a população tome cuidado em locais públicos, principalmente com o manuseio do aparelho celular.

Outra recomendação se refere ao saque de dinheiro nos caixas eletrônicos. “Quando for sacar um dinheiro, visualize se não tem pessoas observando a sua senha ou o valor”, diz o major, recomendando retiradas de pequenos valores.

(Foto: Cristiano Martinez/Correio)

Aliás, Cubas lembra que os golpes costumam ser aplicados geralmente em pessoas idosas. Por isso, é recomendado não dar atenção a estranhos na rua, pois é grande o risco de cair em casos de estelionato, como, por exemplo, do “Conto do Paco”.

“A orientação que deixamos à população é que cuidem-se para que possamos cuidar de vocês”.

Inclusive, o capitão Leandro comenta que as principais ocorrências nesse período natalino impactam o comércio, com furtos e roubos. “Quando as pessoas deixam de prestar atenção em certos cuidados”, citando que as mulheres costumam deixar a bolsa e os pertences mais à mostra; e muitos motoristas esquecem objetos visíveis no interior dos veículos.

PARANÁ

A Polícia Militar passa a reforçar o policiamento ostensivo e preventivo com a Operação Natal 2019 nos 399 municípios.

Veja Também