Topo 1


#curta! Cayo Vieira

Publicado em junho 16th, 2017 | por Jornal Correio do Cidadão

Estúdio guarapuavano participa de final da Mostra Paranaense de Dança

Até este domingo (18), Curitiba assume mais um apelido que se soma ao já tradicional “capital ecológica”. Com estimativa de 17 mil pessoas (entre artistas, público e participantes das oficinas), a metrópole se torna a “capital da dança” durante três dias. Completando dez anos, a Mostra Paranaense de Dança agita o teatro Guaíra, o Memorial de Curitiba e a Casa Hoffmann.

Depois de circular pelo Paraná, desde maio, a mostra criada pela Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra (Ababtg) chega à sua grande final neste fim de semana. Único representante de Guarapuava, o Studio de Dança La Bayadère participa do evento com duas coreografias, em diferentes momentos: “Petit Poupees” e “Murmúrios da Primavera”.

Ambas serão apresentadas neste sábado (17). Na parte da tarde, “Murmúrios da Primavera” no Palco Alternativo do Memorial de Curitiba (rua Dr. Claudino dos Santos, 79, São Francisco), a partir de 14h30. A coreografia foi desenvolvida pelo professor Renan Castellon. E, às 20h, as pequenas “Petit Poupees”, em coreografia da professora Marcela Mendes, sobem ao palco do tradicional Guairão (rua XV de Novembro, 971, Centro).

“Com muito orgulho estaremos representando novamente Guarapuava no palco mais importante do Paraná, o Teatro Guaíra, com nossas ‘Petit Poupees’! Uma honra estar ao lado de grandes escolas, ser reconhecido pela qualidade do trabalho em dança e especificamente no ballet… isso é para poucos”, diz a academia guarapuavana, em nota nas redes sociais.

O estúdio também destaca a participação no Palco Alternativo, onde apresenta uma coreografia clássica. “Dançar para ser feliz! Mas principalmente dançar com amor e qualidade!”, afirma, destacando que Guarapuava está sendo representada em um evento importante para o cenário da dança no Estado.

18425223_1402449599820546_6493832435874924568_n

Segundo a organização do evento, para chegar até Curitiba o La Bayadère participou da seletiva ocorrida em Ponta Grossa.

A Mostra passou ainda por Curitiba, Campo Mourão, Francisco Beltrão e Arapongas, promovendo seletivas que culminam agora na grande final.

FINAL
Na final, a Mostra conta com a participação de 600 artistas de diferentes municípios do Estado, eles se apresentarão em três dias de espetáculos, cujo pontapé ocorre nesta sexta-feira (16). Companhias profissionais também foram convidadas para realizar a abertura das noites de apresentações, caso da Curitiba Cia de Dança e da EF Jazz Company. Também estão sendo realizadas oficinas de balé clássico, jazz, dança contemporânea, standing pilates, alongamento e realinhamento postural.

No ano passado, o evento teve a participação de mais de 15 mil pessoas, entre público, artistas e participantes das oficinas. Este ano a expectativa é que 17 mil pessoas participem da Mostra.

18425344_1402449656487207_9128757701218947512_n

“A ideia desta ação adicional, com a apresentação de trabalhos que participaram das seletivas realizadas nas cinco cidades, é divulgar o trabalho dos grupos participantes e levar a dança além dos espaços convencionais, aproximando o público dos artistas e contribuindo com o processo de formação de plateia para as artes”, explica a presidente da Ababtg e coordenadora da Mostra, Simone Bönisch, via assessoria.

SERVIÇO
Nos espetáculos apresentados no Guairão, em Curitiba, os ingressos variam entre R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). As entradas podem ser compradas na bilheteria do teatro; ou pelo site Disk Ingressos – e mais a taxa administrativa.

Já no Memorial de Curitiba e na Casa Hoffmann, o acesso é gratuito. Mais informações por e-mail (ababtg@ababtg.org.br / mostra@ababtg.org.br) e site.

Texto: Cristiano Martinez, com assessorias
Fotos: Divulgação/Cayo Vieira

****Matéria retificada com acréscimo de informações às 8h40 de 19/06/2017




Voltar ao Topo ↑